Vem algo aí? Facebook obriga funcionários a trocarem iPhone’s por Android

Da Redação

Por Da Redação

3 de novembro de 2015 às 18:01 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Mark Zuckerberg quer que seu serviço seja cada vez melhor. Por conta disso, no Facebook uma nova regra tem chamado a atenção: os empregados estão sendo obrigados (ou “encorajados fortemente”) a trocar seus iPhone’s por smartphones com o sistema operacional Android.

“Eu estou forçando uma mudança de um grande grupo na minha equipe para o Android, pois as pessoas tendem a escolher usar iPhone’s”, afirmou Chris Cox, executivo de produtos do Facebook, para a revista Wired. Mas a empresa não está planejando um ataque contra a Apple, nem assinou um grande contrato de colaboração com o Google.

É uma decisão prática: 1,5 bilhão de pessoas usam o Facebook, e a grande maioria a usa em celulares Android. Cox quer que os funcionários tenham a experiência da maioria para ajudar a melhorar o aplicativo cada vez mais – corrigindo bugs cada vez mais rápido, por exemplo. A empresa destaca estar muito comprometida com os mercados emergentes e essa diretriz mostra que este é o foco da empresa no momento.

Como o iPhone é o aparelho favorito no Vale do Silício, a ideia é tirar esses funcionários da “bolha”. Uma outra medida é a “Terça-feira do 2G”, ou seja, usar conexões extremamente lentas e pouco confiáveis para entender como a maioria dos usuários do Facebook usa o aplicativo.

Isso permitiu o desenvolvimento de tecnologias interessantes, incluindo um vídeo-que-não-é-vídeo para propagandas onde a internet é ruim (substancialmente pior que a brasileira). E parece que essa mentalidade continuará – para fazer o Facebook cada vez melhor.