Uber vai levantar mais US$ 2 bilhões (e agora vale US$ 62,5 bilhões)

Da Redação

Por Da Redação

4 de dezembro de 2015 às 11:25 - Atualizado há 5 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 16 a 19/Nov, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

O Uber é uma empresa com grandes ambições – e que precisa de muito dinheiro para conseguir realizar essa ambição. A companhia deverá levantar mais US$ 2,1 bilhões para continuar a financiar sua expansão no exterior, com um valuation de US$ 62,5 bilhões, solidificando ainda mais sua posição de startup mais valiosa do mundo. 

De acordo com a Bloomberg, a empresa já entrou com a papelada e deverá usar esse dinheiro para expandir na Ásia, principalmente na China e na Índia. A empresa deve receber investimentos da Tiger Global, que também invest nos maiores adversários do Uber nestes mercados, e da T. Rowe Price. 

A empresa se prepara para enfrentar o Didi Kuaidi na China, Ola Cabs na Índia e GrabTaxi em Singapura – que juntos formaram uma aliança “global” com o Lyft para competir com o Uber. O próprio Lyft tenta levantar US$ 500 milhões para continuar crescendo nos Estados Unidos. 

O Uber estima que tem receitas equivalentes a US$ 10 bilhões por ano globalmente, com alta de 200% só neste ano. A empresa foi fundada 5 anos atrás e já levantou US$ 10 bilhões anteriormente, sendo que ao menos US$ 1 bilhão foi feito em empréstimos. 

A companhia já é lucrativa em 80 cidades e viu o número de corridas crescer 250% este ano. A segunda maior startup do mundo é a fabricante de smartphones Xiaomi, que neste ano veio ao Brasil e é conhecida como Mi Brasil, que vale cerca de US$ 46 bilhões atualmente.