Uber omite chantagem e roubo de dados de 57 milhões de usuários do aplicativo

A empresa garante que tudo já está sob controle e os envolvidos já foram desligados e os hackers identificados

Avatar

Por Elena Costa

22 de novembro de 2017 às 17:11 - Atualizado há 2 anos

O Uber pagou US$ 100 mil para manter em sigilo um ataque aos servidores que guardam os dados das contas. Foram 57 milhões de dados pessoais de motoristas e usuários hackeados em outubro do ano passado. Os funcionários que participaram do caso já foram demitidos.

Indivíduos hackearam e realizaram download dos dados e entraram em entraram em contato com a empresa e a chantagearam. Caso não pagassem os 100 mil iriam divulgar os dados. O pagamento foi decisão do chefe de segurança Joe Sullivan e do CEO Travis Kalanick. Além disso, eles fizeram os indivíduos assinarem um contrato de nondisclosure e deixaram o pagamento transparecer como “bug bounty”, ação comum em empresas de tecnologia.

O CEO da empresa Dara Khosrowshahi afirmou que só ficou sabendo do ocorrido, assim como o público, nesse ano e já tomou medidas que garantam que os dados estejam seguros e não nas mãos dos indivíduos, que já foram identificados. Ele solicitou uma dura investigação e demitiu os envolvidos no caso.

As autoridades oficiais de Illinois, Massachusetts, New York, and Connecticut iniciaram investigações sobre o caso. O Italian Data Protection Authority também. Elas estão averiguando as implicações legais que o Uber pode ter infringido, incluindo o Federal Trade Commission’s e o California’s breach-disclosure laws.

Dara se dirigiu aos usuários e motoristas no blog da empresa afirmando que não daria desculpas pelo ocorrido e que isso não deveria ter ocorrido. Ressaltou que eles estão mudando a maneira como fazem negócios, colocando a integridade no cerne de cada decisão que tomam e trabalhando duro para ganhar a confiança do clientes.

As startups, como o Uber, têm desafiado grandes corporações e conquistado cada vez mais clientes oferecendo novas funções e atividades. Aprenda mais sobre esse assunto no Corporate Startup Inovation Conference. Clique no link e saiba mais.

(Via Business Insider)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em patrocinar eventos da StartSe, envie um e-mail para patrocinio@startse.com.br

[php snippet=5]