Uber envia telefone de Fernando Haddad e pede para passageiros ligarem para ele

Através de um e-mail, a startup pediu que os usuários entrassem em contato com o prefeito para pedir o veto do Projeto de Lei que pode proibir o Uber

Avatar

Por Júlia Miozzo

25 de setembro de 2015 às 11:30 - Atualizado há 4 anos

SÃO PAULO – Numa tentativa de fazer com que o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, vete o projeto de lei que proíbe o uso de aplicativos de transporte na cidade, o Uber enviou um e-mail aos usuários da cidade sugerindo que os mesmos entrem em contato com o prefeito e peçam o veto.

“O PL 349 [projeto em questão] está nas mãos do Prefeito Fernando Haddad e nós precisamos da sua ajuda para pedir que ele VETE o PL. Diga a ele que você apoia a decisão de vetar esse Projeto e peça que ele defenda seu direito de escolha”, diz o e-mail, que ainda menciona o telefone do gabinete do prefeito, perfil no twitter e um link direto para enviar e-mail para o mesmo.

Segundo o portal da Revista Época, nos Estados Unidos a empresa já teve a mesma abordagem. O próprio fundador da startup, Travis Kalanick, era quem enviava os e-mails para políticos pedindo que não houvesse proibição.