Taxista se revolta com motorista de Uber e é puxado pela rua

Avatar

Por Paula Zogbi

10 de dezembro de 2015 às 17:55 - Atualizado há 5 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Na batalha Uber vs. Táxi, as pessoas estão começando a perder a razão. Depois de, em Porto Alegre, os moradores decidirem boicotar os táxis por conta do espancamento de um motorista no mês passado, desta vez a briga registrada foi no Canadá.

Um vídeo publicado pelo Business Insider nesta quinta-feira mostra um taxista revoltado pulando sobre um carro do Uber, que levava dentro passageiros. O carro estava parado, mas começa a andar, e o taxista se recusa a soltar, sendo arrastado pela rua por um percurso curto. O incidente aconteceu durante um protesto da classe de taxistas, e ninguém saiu ferido.

Assim como no Brasil, motoristas de táxi no Canadá protestam contra a existência do aplicativo de caronas, temendo que uma concorrência desleal destrua o negócio tradicional de táxis. De acordo com o BI, o prefeito de Toronto, cidade do ocorrido, disse que o incidente é “inaceitável”.

No Brasil, na tentativa de amenizar a revolta dos taxistas, existem prefeituras tentando regularizar o app. Em São Paulo, por exemplo, o prefeito Fernando Haddad criou a categoria de luxo “táxi preto”, na qual esperava que os motoristas de Uber inscrevessem seus veículos. Como resposta, o Uber disse não ser um serviço de táxi e que não deixaria de funcionar como funciona hoje. Recentemente, as tarifas do serviço da startup na cidade baixaram 15%.