Startup sofre falência e renasce como gigante de US$ 2,8 bilhões

Avatar

Por Júlia Miozzo

17 de abril de 2015 às 15:19 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

SÃO PAULO – Uma startup de apenas um ano somou US$ 160 milhões em financiamentos e uma avaliação de US$ 2,8 bilhões, segundo confirmação de representantes ao Business Insider. A empresa em questão é a Slack, um aplicativo de mensagens instantâneas voltado para equipes de trabalho.

A empresa surgiu, literalmente, das cinzas: antes uma startup falida, lançou sua plataforma de comunicação empresarial no início de 2014. Atualmente, ela já conta com 750.000 usuários ativos diariamente e 200.000 usuários pagos, mais do que o dobro dos números do começo de 2015.

Tem uma ideia de sucesso? Cadastre sua startup no StartSe e fale com investidores, mentores, aceleradoras e fundos de investimento. Acesse www.startse.com.br. É gratuito.

Dentre os investidores desta rodada estão a Horizons Ventures, Digital Sky Technologies (DST Global), Index Ventures, Spark Capital e Institutional Venture Partners (IVP). Também houve participação de antigos investidores da Slack, como Accel Partners, Andreessen Horowitz, The Social+Capital Partnership, Google Ventures e Kleiner Perkins Caulfield & Byers.

Ao longo dos últimos seis meses, a startup mais que dobrou seu preço. Ao levantar US$ 120 milhões em outubro de 2014, a avaliação da empresa era de US$ 1,12 bilhão. Hoje, com valor de mercado de US$ 2,8 bilhões, a empresa foca um mercado amplamente dominado pela Microsoft.