Startup Quero Educação tem mais de 60 vagas abertas

João Ortega

Por João Ortega

2 de abril de 2019 às 18:07 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Quero Educação, edtech que desenvolve soluções para dar acesso a pessoas à educação de qualidade, está com mais de 60 vagas abertas de emprego. As posições são concentradas em São Paulo, São José dos Campos (SP) e Fortaleza. As áreas que a empresa procura se reforçar são diversas: desenvolvimento, inteligência de mercado, comercial, recursos humanos, comunicação, entre outras. Acesse a relação completa de vagas aqui.

A startup iniciou o ano de 2018 com 200 funcionários e hoje já são mais de 500 colaboradores. “Devemos ampliar ainda mais esse quadro até o final deste ano”, revela Nairana Leal, Head de Recrutamento da Quero Educação. “Estamos em busca de pessoas que queiram fazer parte da construção de soluções inovadoras, que mudarão a forma como os alunos se relacionam com as instituições de ensino”.

Entre os benefícios de se trabalhar na edtech está, claro, o ambiente de startup – sem dress code, happy hours temáticos e lanches gratuitos – além de remuneração com bônus semestral e convênios com academias e atividades culturais. Segundo o portal Love Mondays, 93% dos funcionários recomendariam a empresa a um amigo.

Veja também:

Quero Educação lança plataforma de bolsas para cursos de inglês

Quero Educação foca em cursinhos para crescer em 2019