Startup Oak’s Burritos, de comida mexicana, transforma funcionários em empreendedores

Da Redação

Por Da Redação

10 de dezembro de 2019 às 17:37 - Atualizado há 11 meses

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Uma startup que leva inovação tecnológica a burritos, tacos e nachos e cresceu 1000% nos últimos três anos é a nova aposta na atual rodada de captação de investimentos coletivos da CapTable, plataforma de investimentos da StartSe. Trata-de da Oak’s Burritos, rede de restaurantes de comida mexicana que traz um processo de crescimento escalável baseado no uso tecnologia e de um modelo de gestão inovador.

O valor total a ser captado é de R$1,1 milhão, sendo que nas primeiras 24 horas da rodada foram arrecadados mais de R$270 mil. Qualquer pessoa poderá se tornar investidora a partir de R$1.100,00 nesta empresa que pretende faturar R$40 milhões em 2024.

Fundada por dois amigos recém-chegados de seus intercâmbios em 2009 quando tinham 21 anos, a Oak’s Burritos apostou na mistura de sabores do México e da Califórnia para logo conquistar o paladar do público gaúcho. Em dez anos, abriu unidades no Rio de Janeiro e São Paulo e prevê faturar R$5 milhões em 2019.

Nesta quarta-feira, acontece webinar ao vivo sobre a Oak’s Burritos e a oportunidade para investidores. Inscreva-se aqui!

Plano de expansão

O plano é ambicioso: aumentar em oito vezes o faturamento anual em cinco anos ao acelerar um plano de expansão diferenciado batizado de “Modelo Bridge”, que evita seguir o tradicional caminho de franchising. “Para a nossa expansão, adotar o sistema de franquia não faz sentido. Decidimos olhar para dentro da empresa e percebemos que havíamos desenvolvido uma filosofia e jeito de trabalhar que nenhum franqueado conseguiria entender em um manual”, explica Fabrício Maia Leite, co-fundador da Oak’s Burritos. No Modelo Bridge, a empresa prioriza seus funcionários para identificar potenciais talentos que tenham vocação para empreender em uma nova unidade, valorizando a cultura interna.

Um plano de carreira foi criado para fazer com que o futuro empreendedor tenha vivência desde o atendimento ao cliente até o gerenciamento de unidade. Depois de convidado para empreender, a Oak’s Burritos financia a abertura de uma nova unidade para este novo parceiro. Em troca, cobram-se royalties e um valor sobre o desempenho financeiro da unidade para cobrir esse aporte inicial. “Foram quatro unidades abertas desta forma e já chegamos à conclusão de que essa é a melhor forma de fazer com que as duas pontas da história ganhem dinheiro”, relata Rafael Lima Machado, cofundador da empresa.

Por mais que possa parecer um negócio tradicional de alimentação, chama a atenção no Oak’s Burritos o desenvolvimento de ferramentas e processos que agilizam e tornam esse modelo escalável. Por meio de automação digital, apenas duas pessoas são capazes de executar todo o processo financeiro e contábil de até trinta unidades, algo visto como inviável no mercado em geral. O plano é contar com 21 lojas até 2024.

Além da opção de evitar franquias tradicionais, Fabrício e Rafael escolheram usar apenas equity crowdfunding para conseguir investidores e convidá-los a participarem ativamente da estratégia de negócio. Ao anunciarem esse plano, foram chamados de a “Brewdog Brasileira”, uma referência à cervejaria escocesa Brewdog que arrecadou R$315 milhões de 70 mil investidores e não têm planos de adotar outra forma de capitalização que não seja investimento coletivo que gerou indicadores positivos até o momento.

Invista na sua formação para a Nova Economia em 202o: Conheça as conferênciasprogramas executivos e imersões internacionais da StartSe