Startup Musical.ly será vendida entre US$ 800 milhões a US$ 1 bilhão

App que é hit entre jovens e teens ainda não teve acordo fechado e será vendido 3 anos após sua fundação em Xangai

Avatar

Por Elena Costa

10 de novembro de 2017 às 17:54 - Atualizado há 2 anos

A chinesa startup Musical.ly será vendida a Jinri Toutiao, uma startup de mídia que recentemente comprou a Flipagram. O acordo ainda não fechado e os valores variam nos boatos, sendo que as estimativas da Bloomberg e do Wall Street Journal aposta que será entre US$ 800 milhões e US$ 1 bilhão – quase-unicórnio ou unicórnio.

A venda ocorrerá 3 anos depois da fundação da Musical.ly e 1 ano depois da companhia levantar cerca de US$ 500 milhões. Esse fator, mais o fato que a curva de crescimento deles estagnou (não atingindo novos públicos), motivou os donos do app a concordarem com aquisição.

O app bombou por permitir que jovens e teens produzam vídeos realizando lip-syncing e compartilhe eles. Aquisições de uma startup por outra é uma forma muito comum muito de fazer crescer sua base de maneira agressiva.

Nova Economia é composta de pessoas que tomam risco e empreendem, tentando construir produtos e serviços que as pessoas gostem e usem. Explicamos como esta relação está se desenhando em um curso online que estamos promovendo até domingo – e que você pode conhecer clicando aqui. Não perca.

(Via Forbes)

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em patrocinar eventos da StartSe, envie um e-mail para patrocinio@startse.com.br

[php snippet=5]