Startup indiana Ola Electric recebe US$ 250 mi do Softbank e se torna unicórnio

Isabella Carvalho

Por Isabella Carvalho

2 de julho de 2019 às 11:51 - Atualizado há 2 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

A Índia acaba de ganhar um unicórnio — startup avaliada em US$ 1 bilhão ou mais. A Ola Electric, que oferece serviços de transporte com veículos elétricos, recebeu um investimento de US$ 250 milhões do Softbank em uma rodada da Série B, o que avaliou a empresa em US$ 1 bilhão. 

Fundada em 2011 por Bhavish Aggarwal e Ankit Bhati, a Ola está presente em mais de 110 cidades. Por meio de um aplicativo, os passageiros podem se conectar com mais de 1 milhão de motoristas parceiros. A empresa também criou o Ola Rentals, onde os clientes podem reservar um carro por períodos específicos. Além disso, possui uma frota com diversos tipos de carros e motos.

A startup planeja trazer mais 10 mil veículos elétricos — incluindo ônibus — para as ruas ainda em 2019 e mais um milhão nos próximos anos. Como parte da “missão electric”, a Ola busca trabalhar com motoristas, cidades e fabricantes de veículos para tornar as tecnologias sustentáveis, ​​econômicas e viáveis ​​na mobilidade diária.

Com o aporte, a empresa também pretende construir infraestruturas de recarga nas cidades em que atua e criar um novo centro de tecnologia em São Francisco com 150 engenheiros, para concorrer diretamente com a Uber. Hoje, além da Índia, a Ola Electric está presente no Reino Unido, Nova Zelândia e Austrália.