Hotmart chega a Cidade do México

Avatar

Por Da Redação

12 de junho de 2019 às 08:53 - Atualizado há 12 meses

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A Hotmart, plataforma de negócios digitais para produtores de conteúdo (cursos online, ebooks, audiobooks e podcasts), anunciou que vai expandir a sua operação para mais um país, o México. O novo destino, precisamente a Cidade do México, faz parte do processo de internacionalização da empresa que teve início em 2016.

Além da Cidade do México, a Hotmart está com escritórios em Bogotá (Colômbia), Madri (Espanha) e Amsterdã (Holanda). No total, a startup já realizou transações em mais de 200 países. Para iniciar a sua expansão internacional, a startup apostou, inicialmente, no mercado hispânico.

“(No início) partimos para os mercados latinos, que possuem mais semelhanças em relação ao Brasil, e agora, seguimos rumo a outros destinos”, disse João Pedro Resende, CEO do Hotmart, empresa que fundou com o amigo e sócio Mateus Bicalho.

Fundada em 2011, em Belo Horizonte, a Hotmart tem mais de 150 mil produtos cadastrados na plataforma e registrou sete milhões de usuários, entre produtores, afiliados e compradores. Com isso, gerou renda para 90 mil pessoas até agosto do ano passado, último período para o qual divulgou seus dados.

A Hotmart recebeu um investimento logo no início de 300 mil reais do Buscapé, que hoje não é mais sócio. Outro investidor é Kees Koolen, CEO do portal de viagens Booking.com, que ajudou o negócio em sua internacionalização.

Há duas formas de se cadastrar na Hotmart: como produtor de conteúdo ou como afiliado (ajudam a divulgar o conteúdo e recebem comissões por isso). A startup belo-horizontina cobra uma tarifa de 9,9% toda vez que um usuário faz uma venda com sucesso.