Startup fez o que a Apple não podia na Índia, onde um iPhone 6S custa 8 salários

No país, quem lidera o mercado de smartphones é a nativa Micromax, que fabrica celulares de até US$ 50

Avatar

Por Júlia Miozzo

10 de setembro de 2015 às 12:39 - Atualizado há 4 anos

SÃO PAULO – Embora seja possível comprar um iPhone ou Apple TV na Índia, o país não conta com nenhuma Apple Store – e isso devido a um simples fato: o preço de um iPhone 6S, divulgado ontem, corresponde, aproximadamente, ao salário de oito meses de um indiano.

Segundo o CNN Money, quem manda no mercado de celulares na Índia é a gigante Micromax, também indiana. Ela já ultrapassou a Samsung no país, por fabricar celulares de baixo preço e, como a própria diz, “ser pioneira na democratização tecnológica na Índia”, com smartphones que possuem tudo o que um indiano comum precisa.

Leia também: Samsung e Apple serão “exterminadas” em 5 anos, diz especialista

Isso inclui um modelo com bateria reserva de trinta dias, já que o fornecimento de energia elétrica é bastante duvidoso em algumas regiões, ou um celular dual chip para áreas em que a cobertura de sinal é fraca.

O CEO da empresa, Vineet Taneja, explicou durante uma entrevista que o celular é “a única coisa que eles [indianos] possuem de pessoal” – já que no país, as famílias vivem em pequenas casas com banheiros e quartos compartilhados.

Esse desejo por algo mais pessoal fica maior quando o aparelho custa menos de US$ 200 – sendo que o preço médio de um smartphone da Micromax custa menos de US$ 50. Apesar disso, mesmo com a explosão das vendas de celulares no país, esse número ainda constitui menos de um quarto do mercado total.