Startup de scooters elétricas VOI arrecada US$ 50 mi de investimento

Isabella Carvalho

Por Isabella Carvalho

19 de novembro de 2018 às 09:01 - Atualizado há 2 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

A VOI Technology, uma startup de scooters elétricas sediada na Suécia, arrecadou US$ 50 milhões em uma rodada de financiamento da Série A liderada pela Balderton Capital, empresa de capital de risco sediada em Londres, juntamente com a LocalGlobe, a Raine Ventures e a Vostok New Ventures, que já foi investidora da VOI. Alguns investidores anjos também participaram, como Cristina Stenbeck, Jeff Wilkes (Amazon), Justin Mateen (co-fundador da Tinder), Nicolas Brusson (CEO e co-fundador da BlaBlaCar), Sebastian Knutsson (co-fundador da King), Spencer Rascoff (CEO da Zillow) e Keith Richman.

A startup já havia levantado cerca de US$ 3 milhões no início deste ano. Criada em Estocolmo em agosto de 2018 por Fredrik Hjelm, Douglas Stark, Adam Jafer e Filip Lindvall, a VOI expandiu-se desde então para Madri, Zaragoza e Málaga na Espanha. O plano é usar o novo financiamento para chegar em outros mercados europeus: Bélgica, Holanda, Luxemburgo, França, Alemanha, Itália, Noruega e Portugal receberão as scooters elétricas nos próximos meses. A página de empregos da VOI revela que a startup também está recrutando gerentes para a Dinamarca, Suíça, Grécia, Turquia e Finlândia.

A VOI tem como objetivo aliviar os centros urbanos obstruídos pelo tráfego e reduzir a poluição, com uma alternativa “limpa, eficiente, econômica e com zero emissão”. Depois de fazer o download do aplicativo VOI, basta localizar uma scooter próxima na rua ou pelo mapa do aplicativo, pressionar o botão “ride”, ler o código QR do VOI e andar em qualquer lugar da cidade. A empresa cobra uma taxa de desbloqueio de € 1 e € 0,15 por minuto de viagem.

Em apenas 12 semanas, a VOI afirma ter atraído 120 mil usuários, que fizeram 200 mil viagens, percorrendo 350 mil quilômetros. A startup diz que isso faz da VOI Europe a principal empresa de compartilhamento de scooters elétricas da Europa. Segundo Fredrik Hjelm, CEO da VOI, é possível perceber que a startup mudou drasticamente o comportamento do usuário em um período de tempo muito curto. “Nós mudamos a maneira como as pessoas transportam dentro das cidades quase que instantaneamente depois de experimentarem as scooters pela primeira vez ”, disse.

A entrada da investidora Balderton no mercado de scooters elétricas ocorre depois que três das outras “quatro grandes” empresas de capital de risco de Londres já fizeram investimentos em startups dos EUA. A Index e a Accel apoiaram a Bird e a Atomico apoiou a Lime.

Leia mais notícias e mantenha-se atualizado sobre a nova economia aqui!