Startup de jovem empreendedora recebe R$ 600 mil de investidor

Todo o aporte foi voltado para criar a nova ferramenta da produtora, a Producteaser, que permite que cada pessoa consiga fazer seu próprio vídeo

Avatar

Por Júlia Miozzo

29 de outubro de 2015 às 11:24 - Atualizado há 4 anos

SÃO PAULO – Aos 14 anos, Deborah Folloni já editava vídeos, mas ainda por puro hobby. Hoje, aos 22, já possui a produtora Chili Gum Vídeos. A empreendedora emplacou o primeiro vídeo aos 17 anos, por acaso: a ideia era apresentar, através de um vídeo, um aplicativo de recomendação de compras feito com um amigo no programa de aceleração Startup Farm.

“O que aconteceu foi que as pessoas acabaram gostando mais do vídeo do que do aplicativo, então já saímos de lá com alguns pedidos de vídeo”, explicou Deborah. A partir de então, não foi difícil fazer contatos e encontrar novos clientes – alguns, inclusive, do exterior.

Com os vídeos autoexplicativos, a startup de Deborah arrecadou R$ 600 mil em investimentos de um investidor-anjo que, coincidentemente, também é seu cliente. Todo o aporte foi voltado para criar a nova ferramenta da produtora, a Producteaser, que permite que cada pessoa consiga fazer seu próprio vídeo. “Muitas pequenas empresas e empreendedores não têm a verba suficiente para cobrir todos os custos de contratar uma produtora para fazer vídeos”, explicou Deborah.

“A ideia da Producteaser é democratizar isso, pra que todos tenham essa possibilidade. Desde grandes empresas, até pequenos e-commerce”. Com templates prontos e ferramentas simples, é possível fazer vídeos rapidamente.

O real objetivo da produtora é “fazer mais em menos tempo”, transformando longas histórias em vídeos curtos. “Nós atendemos principalmente as startups e os pequenos negócios voltados para tecnologia, mas também temos nossos grandes clientes”, disse a fundadora.