Startup de impressão 3D em metal recebe aporte de US$ 160 mi

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

23 de janeiro de 2019 às 16:28 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Desktop Metal, startup criada por dois alunos e quatro professores do MIT, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts, acaba de receber US$ 160 milhões em investimentos.

A rodada foi liderada pela Koch Disruptive Industries, com participação da Google Ventures, Panasonic e Techtronic Industries.

Com o novo aporte, a startup totaliza US$ 438 milhões em investimentos. Segundo a empresa, esse é o maior valor já arrecadado por uma companhia privada de impressão 3D.

Essa não é uma surpresa devido ao histórico da startup: ela atingiu o valor de mercado de US$ 1 bilhão – ou seja, se tornou um unicórnio – apenas dois anos após sua fundação, em 2015.

Industria 4.0

O sistema da Desktop Metal é um dos únicos que permite trazer a impressão 3D em metal para fora das indústrias e para dentro dos escritórios. Além disso, a companhia torna possível realizar impressões 3D de metais como titânio e alumínio.

Atualmente, o sistema da empresa – chamado de “Studio System” – está sendo vendido para 85 parceiros em 48 países. As impressoras começarão a ser entregues no primeiro trimestre deste ano.

“Esse novo investimento será o combustível para o desenvolvimento contínuo da nossa tecnologia de impressão 3D. Isso nos levará a uma trajetória para se tornar um líder global em impressão 3D de metal, um pilar chave da Indústria 4.0”, disse Ric Fulop, chefe de operações da Desktop Metal, no anúncio do investimento.

Leia mais sobre como a impressão 3D em metal está revolucionando a indústria.