Startup de healthtech levanta US$ 17 milhões para entrar na América Latina

Avatar

Por Lucas Bicudo

23 de janeiro de 2018 às 18:22 - Atualizado há 3 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 22 a 25/Fev - 2021, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

A DocPlanner levantou uma nova rodada de Série D no valor de US$ 16,8 milhões em maio de 2017, liderada pela Enern Investments e com participação da Target Global e One Peak Partners. Fundada na Polônia em 2011, a startup trabalha com agendamento médico online e está presente em 25 mercados, com foco na Europa – onde briga com Doctena, Doxter e Doctolib – e América Latina. Nos Estados Unidos, a ZocDoc levantou US$ 220 milhões oferecendo um serviço similar.

A DocPlanner, há menos de dois ano, recebeu US$ 20 milhões e fundiu-se com a Doctoralia. A nova quantia está sendo usada para expandir na América Latina, desenvolvimento de software e vendas nos mercados que atua.

[php snippet=5]

O aporte confirma o quanto o mercado de saúde e tecnologia estão alinhados: uma plataforma facilitar o acesso a médicos pode ser muito útil, aumentando a frequência que as pessoas vão aos médicos. Observando essas mudanças, a StartSe preparou o Health Tech Conference – o maior evento sobre startups da área da saúde do Brasil.

“Além de consolidar nossa presença nos principais mercados, nosso objetivo com o novo financiamento é expandir nossa oferta aos médicos “, explicou Mariusz Gralewski, fundador e CEO da DocPlanner. “Isso também nos ajudará a cumprir nossa missão global de tornar a experiência de saúde mais humana. Continuamos o processo de integração das equipes da DocPlanner e da Doctoralia e já desenvolvemos uma organização muito coerente e com bom funcionamento, com uma missão e estratégia em comum”.

(via Venture Beat)