Startup de criptomoedas Liquid entra para a lista de unicórnios

Isabella Carvalho

Por Isabella Carvalho

3 de abril de 2019 às 10:45 - Atualizado há 1 ano

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Liquid, startup japonesa de criptomoedas, entrou nesta quarta-feira (3) para a lista de unicórnios — startups avaliadas em US$ 1 bilhão ou mais. A empresa anunciou em um comunicado que levantou um aporte em uma rodada da Série C de financiamento. Segundo a startup, que não deu detalhes sobre o valor do investimento, a IDG Capital e a Bitmain são algumas das empresas que lideraram a rodada.

Fundada em 2014, a Liquid oferece uma plataforma global de criptomoedas e serviços financeiros de negociação e troca com tecnologia blockchain. A startup registrou mais de US$ 50 bilhões em transações nos últimos 12 meses.

Esse não é o primeiro aporte recebido pela Liquid, que já levantou cerca de US$ 20 milhões de investidores como JAFCO, SBI, B Dash Ventures, Mistletoe e ULS Group. Com o investimento mais recente, a empresa planeja impulsionar a expansão global e o desenvolvimento de produtos.

“À medida que entramos em uma nova era de interrupção digital nos serviços financeiros, os consumidores estão cada vez mais valorizando os ativos e tecnologias digitais que podem confiar e usar com mais facilidade. Nossa visão é tornar os serviços financeiros acessíveis”, disse Mike Kayamori, CEO da startup.

Segundo Young Guo, da IDG Capital, a empresa já vem investindo ativamente na tecnologia de criptografia desde 2010. “Percebemos que Tóquio emergiu como um dos principais destinos da inovação criptográfica e é uma honra apoiar pioneiros visionários como os co-fundadores da Liquid, Mike Kayamori e Mario Gomez Lozada, para levar adiante esta inovação “.