Startup cria “janelas inteligentes” e levanta US$ 500 milhões em investimentos

Avatar

Por Júlia Miozzo

14 de agosto de 2015 às 12:18 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

SÃO PAULO – Depois dos smartphones, smartTVs e smartwatches, a startup norte-americana View teve a ideia de criar as “smart windows” – em portugês, “janelas inteligentes”. Nesta semana, ela arrecadou mais US$ 150 milhões em investimentos, totalizando US$ 500 milhões.

O diferencial da “smart window” são os vidros cegos e escuros para manter a luz do sol à espreita, ao tirá-la do lugar onde pode criar um calor desconfortável e brilho muito intenso. Segundo o Tech Insider, o vidro é dinâmico, podendo ser controlado e tingido através do smartphone.

A janela em si pode ser programada para se ajustar aos movimentos do sol, visando tornar a luz e temperatura do ambiente mais confortáveis durante o dia. É também uma maneira de economizar energia, principalmente da luz e sistemas de refrigeramento, como ventiladores e ar-condicionado.

É possível combinar o vidro com qualquer estilo de arquitetura, combinando com o tamanho, forma e espessura dos usados em seu prédio.

A empresa espera conseguir chegar a hospitais, escolas e hotéis. Algumas instituições norte-americanas já instalaram o vidro em seus prédios, como a Colorado State University e o hotel Hilton.

Confira como o vidro é fabricado:

Smart Glass