Startup brasileira vence competição no Vale do Silício

Avatar

Por Júlia Miozzo

3 de julho de 2015 às 11:08 - Atualizado há 5 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

SÃO PAULO – Uma startup brasileira foi a vencedora de uma competição do Vale do Silício na semana passada. Chamada Lotebox, ela atua no setor de logística marítima e foi acelerada pela Abril Plug and Play, iniciativa do Grupo Abril que também promoveu a competição.

Cadastre sua startup no StartSe e fale com milhares de investidores e mentores. Mais de 2,9 mil startups já estão com a gente! Acesse www.startse.com.br. É gratuito!

A empresa foi fundada em 2013 pelos empreendedores Eduardo Carvalho e Luiz Gomes e se diferencia por substituir planilhas, ligações e papéis nas negociações. Eduardo, inclusive, reforça que os processos de mercado precisam de mudanças e que esse é o objetivo da Lotebox. O processo de substituição acontece através de um Software de Vendas para logística marítima, onde os operadores logísticos conseguem cotar, controlar e rastrear as cargas.

“Ter criado a empresa durante um fim de semana e, um ano depois, ver nosso projeto vencer uma disputa global no Vale do Silício, é muito gratificante. Isso mostra que as startups brasileiras têm capacidade de brigar com qualquer outra”, disse Luiz Gomes.

Recentemente, Luiz participou do StartSe no Vale, uma transmissão ao vivo feita pelo StartSe direto do Vale do Silício. Você pode conferir essa entrevista no vídeo abaixo:

Não é a primeira vez que a Lotebox é reconhecida fora do Brasil. Ela já foi aceita nos dois maiores programas de empreendedorismo da América Latina, o Start-Up Chile e Seed MG. “Voltar para o Brasil com endosso do maior mercado de tecnologia do mundo, o Vale do Silício, nos deixa ainda mais motivados e certos de que em pouco tempo estaremos com a nossa operação consolidada no Brasil, EUA e Panamá, nosso atual mercado foco”, afirmou Eduardo Carvalho.