Startup brasileira oferece vídeochat para empresas e planeja expandir para WhatsApp

Avatar

Por Júlia Miozzo

6 de novembro de 2015 às 09:41 - Atualizado há 5 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

SÃO PAULO – Visando oferecer uma tecnologia multicanal, proporcionando opções de chat, voz e vídeo em uma só ferramenta utilizada no próprio navegador do computador, a Omnize está iniciando a operação no Brasil. Utilizando a plataforma, as empresas podem ter economia de até 100% com serviços de atendimento tradicionais e gastos com ligações receptivas.

Outro diferencial é oferecer o atendimento via vídeochat para as MPMEs, permitindo que se aproximem mais do cliente e ofereçam virtualmente a mesma qualidade de atendimento das lojas físicas. Segundo estimativas da empresa, quando o vídeo-atendimento é bem utilizado, o potencial de conversão pode aumentar em 10%. Um dos problemas de empresas de menor porte é que os custos para oferecer tal canal são altos e, por isso, impedem que elas ofereçam tais serviços.

O objetivo da Omnize é democratizar esse serviço, tanto em termos de investimento, quanto de facilidade de uso. Ricardo Galvão, CTO da startup, acredita que unir todos os canais de atendimento em uma única plataforma é importante para que as pequenas empresas consigam atender seu cliente de maneira eficiente. “Antes, para atender múltiplos canais era necessário contratar vários fornecedores ou fazer um grande investimento em projetos personalizados de integração”, disse.

Um dos focos da empresa é o de e-commerce, um dos poucos que não foram afetados com a atual crise econômica. Segundo dados do IBOPE E-commerce, 83% dos consumidores não finalizam uma compra online por não terem informações rápidas e prática – e é isso que o canal multiatendimento da Omnize pretende solucionar.

“Existe uma carência desse tipo de serviço no mercado brasileiro. Até então, estas soluções eram exclusividade de grandes companhias, o que deixavam as MPMEs à margem de oferecer um bom serviço de atendimento ou as obrigava a buscar soluções estrangeiras. A Omnize foi além, criando algo inovador que pode diferenciar o atendimento das PME’s no país”, disse Fabrício Buzzatti, CEO da startup.

Além dos canais de atendimento já oferecidos, a Omnize pretende integrar o WhatsApp, redes sociais e e-mails aos atuais.