Snapchat investirá US$ 150 mil em startups para descobrir próxima mídia

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

23 de Maio de 2018 às 17:37 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O Snap viu seu modelo de negócios ser copiado por um player maior do ecossistema: o Facebook. Atualmente, todas as redes sociais de Mark Zuckerberg – WhatsApp, Instagram, Facebook e até o Messenger – possuem Stories. Ao mesmo tempo, Snap viu sua rede de usuários diminuir e migrar para outras redes sociais. Agora, a empresa quer descobrir (e investir) na próxima mídia que dominará o mercado.

O Snap está lançando a própria aceleradora, chamada “Yellow”, para apoiar 10 startups e empreendedores em seus projetos. A rede social investirá US$ 150 mil em cada player, oferecendo também mentoria de seus executivos – inclusive de Evan Spiegel, CEO da empresa.

Com o aporte, a empresa comprará participação nas empresas, segundo informou Nick Bell, vice-presidente de conteúdo, ao Recode. A porcentagem do equity não foi informada. “Os termos estão de acordo com outras incubadoras e aceleradoras”, disse Bell.

O Snap espera que o programa crie um novo movimento de mídia e que os empreendedores trabalhem em parceria com parceria em projetos, mas não pedirá exclusividade aos participantes do programa de aceleração.

A companhia comandada por Evan Spiegel já está trabalhando com a Vertical Networks, empresa de conteúdo que possui no portfólio marcas como a Brother. Os empreendedores que participarem da aceleração não precisam criar projetos semelhantes ao Snapchat, ainda que os projetos semelhantes possam entrar na plataforma.

“No programa inaugural, acredito que iremos focar nos criadores de conteúdo – mas isto é muito amplo”, afirma Bell. “Isto pode ser desde realidade aumentada à um storytelling interativo e pessoas com bons scripts para dramas serializados”.

O programa de aceleração ainda está sendo desenhado – no total, o Snap investirá US$ 1,5 milhão no projeto. A associação e o trabalho em conjunto com outras empresas poderá dar o fôlego necessário para que o Snap se reinvente e continue competitivo no setor. A empresa nasceu com essa proposta e parece continuar apostando na inovação de seus produtos – inclusive testando um marketplace dentro do aplicativo. Conheça como empresas podem colaborar com startups em nosso e-book gratuito.