Saiba onde vender seu iPhone usado

Da Redação

Por Da Redação

16 de fevereiro de 2016 às 12:18 - Atualizado há 5 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 16 a 19/Nov, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

Com os preços cada vez mais altos dos iPhones novos, cresce a necessidade no Brasil de soluções para se vender um iPhone usado facilitando a aquisição de um novo. São mais pessoas buscando alternativas para se vender um aparelho ao invés de simplesmente jogá-lo gaveta ou dar para algum familiar.

Assim como o mercado de carros usados, existem diversas maneiras para se vender um veículo, dependendo da sua necessidade, pressa ou mesmo paciência. A escolha da maneira de se vender determina se você conseguirá um preço maior ou menor, se você terá mais trabalho ou menos, se enfrentará compradores chatos, situações adversas, etc.

O mesmo paralelo surge no mercado de iPhones usados. Vou vender em sites de anúncios? Vou vender através de redes sociais? Todas essas plataformas caem no mesmo problema: não são tão simples de se vender, podem trazer insegurança quanto ao método de entrega, de pagamento, podem atrair compradores fazendo muitas perguntas, ligações em momentos inoportunos, condições absurdas de pagamentos e trocas.

Conheça o Brused, o primeiro site do Brasil de compra de iPhones usados.

O site Brused criado no fim de 2013 pelos empreendedores Bruno Fuschi e Eric Fuzitani se especializou na compra e posterior revenda de iPhones usados. “A ideia é facilitar e trazer segurança ao mercado de usados, que ainda é muito informal no Brasil” afirma Bruno.

Todo o processo de venda é muito simples. Basta acessar o site da empresa em www.brused.com.br e selecionar a opção Quero Vender meu aparelho. Você determina o modelo de seu iPhone e suas especificações e já recebe na hora uma oferta de compra por seu aparelho. Achou o preço interessante? Basta registrar uma proposta de venda e enviar seu aparelho para avaliação. O envio do aparelho para a empresa é feito de maneira gratuita através do Sedex para todo o Brasil e o produto está 100% segurado e o cliente ainda recebe uma caixa direto nos Correios para efetuar a postagem. Para a grande São Paulo há ainda a opção de retirada através de um portador também sem custos. Bruno acrescenta “queremos tornar o processo o mais simples e seguro possível. O nosso cliente pode nos enviar seu aparelho sem medo”.

Assim que o aparelho chega à empresa ele passa por uma avaliação para confirmar sua funcionalidade, se não há qualquer tipo de bloqueio e se é possível fazer a revenda do produto. Estando tudo ok, o cliente já consegue realizar o saque de seu valor que é feito por transferência bancária. Todo o processo é bem documentado através de emails e a empresa fornece canais de atendimento para que o cliente possa tirar suas dúvidas. “Temos casos onde um cliente da Grande São Paulo fez uma proposta de manhã, enviou seu aparelho para avaliação, nós o recebemos e o avaliamos e no mesmo dia fizemos o pagamento. É muita facilidade e conveniência, situação pouco vista no mercado de usados” sinaliza Eric.

Com esse serviço a empresa já comprou mais de 5.000 aparelhos e a expectativa é que a empresa dobre de tamanho em 2016, alcançando números ainda mais expressivos e deixando mais clientes satisfeitos e com grana no bolso. “Brasil é sinônimo de eletrônicos mais caros do mundo. Tudo que pudermos fazer para facilitar a vida das pessoas de uma maneira que esse custo Brasil diminua é o que queremos fazer” finaliza Bruno.

Nesse momento de crise econômica soluções desse tipo ficam ainda mais necessárias, criando alternativas para novas fontes de receita. Nós do Startse testamos o serviço e ele funcionou de maneira muito satisfatória. Tudo foi muito simples e rápido.