Rappi oferece serviço de táxi em mais um passo para se tornar super app

João Ortega

Por João Ortega

17 de dezembro de 2019 às 18:25 - Atualizado há 9 meses

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Rappi agora passa a oferecer serviço de táxis no aplicativo, segundo anúncio oficial desta terça-feira (17). A funcionalidade foi feita em parceria com a startup Wappa, que opera em 1,5 mil cidades brasileiras com 200 mil taxistas e motoristas cadastrados.

Nesta primeira etapa de implementação, o serviço está disponível apenas para a cidade de São Paulo e com táxis. Ao longo dos próximos meses, carros particulares (como Uber) serão adicionados ao app e a função estará presente em mais cidades.

O serviço integra o portfólio de soluções para mobilidade da Rappi. Hoje, a startup colombiana também oferece patinetes elétricos por meio de parceria com a Grow.

Inicialmente, a Rappi ficou conhecida pelo público como um aplicativo de entrega de comida. No entanto, a plataforma já integra diversos outros serviços, como farmácia, pet shop, saque em dinheiro, serviço de limpeza, massagem e muito mais – além da função “Qualquer Coisa”, em que o usuário utiliza a logística da empresa para pedir por uma entrega específica.

Neste sentido, a Rappi deseja alcançar o posto de super app (ou superaplicativo). O conceito foi concretizado na China, onde o WeChat e o Alipay reúnem todos os serviços digitais que alguém pode imaginar dentro da plataforma digital. “Queremos facilitar a vida do usuário concentrando os serviços em um único aplicativo, para que ele concentre as atividades em um lugar só e simplifique sua fatura do cartão de crédito”, afirma Fernando Vilela, diretor de Growth Marketing da Rappi no Brasil.