Quero Educação compra sede brasileira de empresa de marketing do Vale do Silício

A edtech de São José dos Campos está interessada na capacidade da Quinstreet de adquirir novos alunos, mesmo sem bolsas de estudo

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

10 de janeiro de 2020 às 16:05 - Atualizado há 1 mês

A Quero Educação anunciou, nesta quinta-feira (9), a aquisição da operação brasileira da QuinStreet, empresa de marketing fundada no Vale do Silício. O valor da transação não foi informado. A companhia utiliza inteligência artificial para promover marcas e serviços aos consumidores.

A QuinStreet opera em diversos mercados, como seguros, empréstimos, bancos e, é claro, educação. “A QuinStreet trabalha adquirindo alunos sem a necessidade da bolsa e nós sabemos que as faculdades têm interesse em aumentar o ticket médio (valor médio pago pelos alunos)”, afirma André Narciso, CEO da Quero Educação, em comunicado.

Edtech 2020: saiba como as novas tecnologias estão transformando a gestão do ensino e os modelos de educação

Segundo a Quero Educação, a QuinStreet teve R$ 27 milhões de faturamento em 2019. A companhia auxiliou em cerca de 100 mil matrículas para grandes corporações de ensino, como a Cogna (ex-Kroton), Cruzeiro do Sul e Laureate.

Em novembro do ano passado, a startup brasileira de São José dos Campos investiu R$ 20 milhões na startup Melhor Escola. O objetivo foi de integrar o programa de bolsas de estudo Quero Bolsa com a plataforma de buscas da Melhor Escola.

Leia mais sobre a Quero Educação