Quando tudo se torna uma startup, nada é verdadeiramente uma startup

Da Redação

Por Da Redação

26 de Maio de 2017 às 13:26 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O ecossistema de startups é complexo por si só, mas muita gente quer ser incluída nele sem, verdadeiramente, poder ostentar o manto de startup. Milhares de micro-empreendedores assumem para si este post, mesmo comandando carrinhos de hot-dog ou lojas comuns na rua.

Algo está por trás de todas startups: inovação. Mas não acredito que todas as empresas precisam ter base tecnológica para serem consideradas startups. Tem muita coisa que não é tecnologia per se, mas que é inovador. E essas empresas são tão startups quanto.

Fizemos um guia que explica o que é uma startup, e nele, demos está definição: uma startup é um grupo de pessoas de perfil empreendedor à procura de um modelo de negócios repetível e escalável, normalmente apresentado em um cenário de incertezas e questões. Ou seja, uma empresa que está inovando e precisa refinar seu modelo.

Um carrinho de hot-dog é nobre, mas é um modelo de negócios conhecido e validado – e suas dúvidas tem mais a ver com o mercado em que está inserido (localidade) e qualidade do dono de fazer um bom lanche. Isso não faz a pessoa que está ali, dando a alma, menos empreendedora. Muitas vezes é até o contrário: o empreendedorismo de subsistência (como são esses carrinhos) geralmente possui os empreendedores mais aplicados.

É missão do StartSe também ajudar estas pessoas e muitas coisas (espero) que elas possam aprender aqui. Modelo mental, espírito inovador, busca por conhecimentos, melhor gestão. Buscamos transmitir isso e muito mais. Acreditamos que qualquer empreendedor pode se beneficiar de entender a mentalidade empreendedora do Vale do Silício.

Porém, precisamos entender que muitos negócios não são startups. Não podemos banalizar o termo a ponto dele não ser mais útil para quem respira o ar do ecossistema de startups. Não podemos falar que modelos tradicionais de negócio são startups, principalmente quando muda-se apenas o conteúdo (trocar a salsicha do hot-dog por linguiça, por exemplo). Quando tudo se transforma em startup, nada verdadeiramente é uma startup.

E a inovação é o que abraçamos aqui dentro: se você tem uma ideia inovadora e quiser transformá-la em uma empresa, aí sim seu negócio poderá ser visto como startup. E podemos te ajudar de diversas maneiras: temos aqui ebooks que te ensinam o básico sobre captação de investimento, como fazer um bom pitch, material para pitch e até mesmo como tratar com grandes empresas em uma relação de ganha-ganha.

Se você tem um modelo tradicional de negócios, não desanime. Você pode transformar sua empresa em uma startup. Pense bem, o que você pode fazer de realmente inovador que vai te ajudar a crescer ainda mais? Que tipo de processo pode ser feito de maneira diferente que pode transformar sua empresa? Que novas formas de gerar negócios você possui? Quem sabe, você não se transforma em uma startup rapidinho…

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]