Por que o Brasil é um dos países mais atrativos para fintechs

Avatar

Por Mariana Rodrigues

11 de Maio de 2017 às 14:35 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Você indicaria o seu banco para um amigo ou parente? Enquanto mais da metade dos clientes no Brasil responde que não, quando se trata de fintechs, a grande maioria diz que sim, o que reflete a qualidade dos serviços e atendimento das empresas que estão reinventando o setor financeiro por meio da tecnologia.

No país, três em cada quatro consumidores que têm conta-corrente já estão usando serviços oferecidos por pelo menos uma fintech, de acordo com o Relatório Mundial sobre Bancos do Varejo, feito pela Capgemini e pela Efma. Desses usuários, mais de 69% indicariam suas fintechs aos seus amigos e familiares. Já entre os correntistas de bancos, somente 48% indicariam a sua instituição financeira.

Os dados indicam também que as fintechs estão fazendo mais bonito no Brasil do que no resto do mundo. Na média global a proporção dos usuários de fintechs que indicariam a amigos é de 55%. Ao mesmo tempo, a proporção de pessoas no mundo que indicariam seu banco é de 38% – também abaixo da média brasileira.

Tamanho do mercado

O Brasil é um mercado especialmente interessante para as fintechs tanto pelo tamanho da população, de 207 milhões de habitantes, quanto pelo fato de que o setor financeiro tradicional não consegue atingir boa parte da população, mesmo tendo mais de 1.800 instituições financeiras autorizadas pelo Banco Central, sendo 132 bancos múltiplos.

A proporção de brasileiros que possuem conta em instituição financeira e que mantêm saldo ou movimentação chegou a 68,1% do total de adultos em 2014, segundo a Global Findex Database, do Banco Mundial. Isso dá 105 milhões de pessoas.

Fazendo uma continha rápida, se 74% dos clientes de banco já usaram serviços de fintechs, como informa o estudo da Capgemini e da Efma, podemos estimar 78,3 milhões de usuários de fintechs no Brasil.

Destaques em Fintech

Cada vez mais fintechs estão se destacando no mercado brasileiro, como o GuiaBolso, aplicativo de controle financeiro que tem mais de três milhões de usuários, e o Simplic, de crédito, com um milhão de usuários.

Em volume de captação de investimento, destacam-se no Brasil o Nubank, a Creditas e de novo o GuiaBolso, conforme o gráfico abaixo.

País já tem mais de 244 fintechs

O Brasil tem hoje 244 fintechs, segundo o estudo Radar FintechLab, de janeiro. Na edição anterior dessa pesquisa, em abril de 2016, foram contadas 130 fintechs, o que mostra um crescimento de 87% em menos de um ano.  

Das atuais 244, 32% são do segmento de pagamentos, de acordo com a classificação do estudo (veja tabela abaixo).

Fintechs no Brasil, por segmento

Segmento Porcentagem Segmento Porcentagem
Pagamentos 32% Seguros 6%
Gestão Financeira 18% Negociação de dívidas 5%
Empréstimos 13% Criptomoedas 5%
Investimentos 8% Câmbio 4%
Funding 7% Multisserviços 2%

Fonte: FintechLab

O ecossistema brasileiro

Todo o ecossistema de startups vem crescendo no Brasil, com novas aceleradoras, incubadoras e comunidades de empreendedores.

Hoje, o país conta com 26 incubadoras, 29 aceleradoras e 24 fundos de investimento cadastrados na StartSe Base, além de mais de 100 pessoas registradas como investidores individuais.

A cidade de São Paulo abriga um dos seis Campus do Google no mundo. No Campus São Paulo atualmente 15 startups participam do programa de residentes, entre elas as fintechs Smarttbot e EasyCrédito. Cidades como Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Recife e Florianópolis também já contam com comunidades consolidadas de startups.

Bancos tentam se adaptar

De olho no avanço das fintechs, os principais bancos tradicionais estão criando formas de se aproximar delas.

O Bradesco, por exemplo, tem um programa de inovação que seleciona startups que produzam soluções adaptáveis para o mercado financeiro, o inovaBra, e mantém uma corporate venture – fundo de investimentos corporativo – para investir nas novas companhias.

Outros bancos têm iniciativas similares para se aproximar dos empreendedores, como o Cubo coworking pelo Itaú e Redpoint eVentures e a competição Fintech Venture Day promovida pelo Santander InnoVentures – fundo de investimento em fintechs do banco – em parceria com IE Business School.

Já o Banco do Brasil foi por outro caminho e construiu um projeto no Vale do Silício, dentro da Plug and Play. O chamado Laboratório Avançado Banco do Brasil (LABB) tem o intuito não apenas de acompanhar projetos de empreendedores do mundo que se encontram no local, como introjetar a cultura do Vale do Silício dentro da empresa, com os funcionários do banco testando seus projetos neste ambiente.                                       

Saiba como fazer parte desse ecossistema

Para fazer parte do ecossistema global de fintechs, você pode cadastrar sua startup na MEDICI e na StartSe Base.

A MEDICI é uma base de dados que conta hoje com 7.000 empresas de todo o mundo. Ela pertence à Let’s Talk Payments (LTP), empresa global de conteúdo e pesquisas sobre fintechs.

A StartSe Base é a maior base de dados de startups do Brasil, com mais de 5.000 empresas cadastradas.

Sobre a Let’s Talk Payments (LTP)

A LTP é a principal plataforma de conteúdo e pesquisas sobre fintechs no mundo. Mais de 400 instituições financeiras e 90 programas de inovação recorrem à LTP para obter informações sobre as empresas que estão disruptindo o setor financeiro.

Mariana Rodrigues é colaboradora regular da LTP, focada no mercado de fintechs do Brasil. Ela é COO da SGC Conteúdo. Para acompanhar o conteúdo produzido pela LTP no Brasil e no mundo, cadastre-se na newsletter.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]