Plataforma que devolve dinheiro a consumidores faz parceria com Reclame Aqui

Avatar

Por Paula Zogbi

9 de dezembro de 2015 às 09:12 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Muitos dos consumidores que decidem realizar compras pela internet ao invés das lojas físicas afirmam que um dos maiores atrativos é a possibilidade de encontrar descontos que normalmente não são oferecidos fora do ambiente eletrônico. Ao mesmo tempo, um dos maiores empecilhos para que algumas compras sejam feitas virtualmente é a insegurança de não estar imediatamente com o produto em mãos após o pagamento.

Pensando no primeiro fator, sites como Méliuz, Busca Descontos e Cupom Oferta Descontos oferecem ofertas e cupons para que usuários comprem pagando menos na internet. Mas, recentemente, a startups de desconto Mooba, que funciona de forma semelhante aos sites de descontos, decidiu também explorar o medo dos usuários para atrair ainda mais pessoas ao comércio eletrônico, por meio de uma parceria com o Reclame Aqui.

Agora, usuários da Mooba – nome que une “Money + Back”, ou dinheiro de volta – podem conferir a reputação e indicadores de qualidade dos sites por meio das classificações do Reclame Aqui, já consolidado no que diz respeito a reclamações de usuários em lojas físicas e eletrônicas. A consulta é feita antes do uso do cupom. Além disso, os portais lançaram uma ferramenta de rastreamento online: os produtos comprados através do Mooba podem ser consultados a qualquer momento, e sempre que houver um problema, a ocorrência pode ser enviada diretamente ao Reclame Aqui através das contas vinculadas.

De acordo com o Reclame Aqui, a parceria foi feita por conta da demanda. “Hoje em dia, 90% do tráfego do site é de pessoas a procura de informações antes de comprar”, diz a marca. “Nossa meta é termos dois milhões de usuários na Mooba em 12 meses e, junto com eles, ajudarmos os lojistas a formatarem ofertas que realmente sejam atraentes”, destaca o presidente, Maurício Vargas.

Segundo o site do Mooba, o retorno ao usuário vem de acordo com a comissão paga pelas próprias varejistas: os comércios eletrônicos pagam uma comissão para participar da lista do buscador de descontos e anunciar promoções, e essa mesma comissão é dividida e devolvida ao usuário após a compra – mesmo esquema explorado pelo Méliuz. Boa parte das maiores lojas brasileiras já participam da lista.

Outra função oferecida é o “botão de descontos”, que pode ser ativado no navegador e avisa aos usuários que estiverem em sites de lojas quando houver algum desconto vinculado disponível. O cadastro e as informações podem estão no site.