Plataforma fitness ClassPass recebe aporte, vira unicórnio e mira expansão no Brasil

João Ortega

Por João Ortega

8 de janeiro de 2020 às 18:06 - Atualizado há 10 meses

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A ClassPass, startup norte-americana que reúne academias e aulas fitness em planos por assinatura, anunciou nesta quarta-feira um aporte de US$ 285 milhões. Com o investimento, a empresa ultrapassou o valor de mercado de US$ 1 bilhão e tornou-se um unicórnio. Parte dos recursos serão alocados na expansão internacional da plataforma, que chegou a 28 países em 2019 – incluindo o Brasil, onde começou a operar em dezembro.

“Esse investimento é um marco significativo que reforçará nossa missão de ajudar as pessoas a permanecerem ativas e gastarem seu tempo de maneira significativa”, afirma a fundadora Payal Kadakia. “Nosso objetivo é que ainda neste ano o Brasil seja nosso terceiro maior mercado global, só atrás de Estados Unidos e Grã-Bretanha”, disse à Reuters Dhaval Chadha, chefe de expansão da ClassPass para América Latina.

No Brasil, a startup terá a forte concorrência da Gympass. O unicórnio brasileiro aposta em um modelo de negócio focado em parceria com empresas, que oferecem a assinatura aos empregados. A ClassPass, por outro lado, prioriza, neste momento, planos mensais ao consumidor com valores variados que dão crédito para participar de uma quantidade determinada de aulas ou sessões de ginástica. O primeiro mês é gratuito para testes.

A ClassPass anunciou, junto com a chegada ao Brasil, uma parceria com o grupo Bio Ritmo, que inclui as academias SmartFit – uma das maiores redes do país. A startup utiliza tecnologia de análise de dados para oferecer às academias parceiras uma precificação dinâmica que maximize a ocupação dos locais em todos os horários.

Fundada em 2013, a ClassPass conta com 30 mil estabelecimentos parceiros no mundo. No Brasil, a startup não pretende ficar restrita ao universo fitness e deve cadastrar serviços de beleza e bem-estar na plataforma em breve. Por enquanto, a empresa atua em São Paulo e no Rio de Janeiro e deve chegar a outras regiões ainda em 2020.