Pinterest pode atingir valor de mercado menor que US$ 12 bi após IPO

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

8 de abril de 2019 às 13:14 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O Pinterest, rede social focada em imagens, estabeleceu o preço de suas ações entre US$ 15-17 para a sua primeira oferta inicial. A oferta completa será de 75 milhões de ações, o que permitirá que a empresa levante entre US$ 1.12 bilhões e US$ 1.27 bilhões.

Considerando o maior preço estabelecido para a ação, a expectativa é que o Pinterest alcance o valor de mercado de US$ 11,3 bilhões. Entretanto, o valor é menor do que o precificado na última rodada de investimentos da empresa, em 2017, na qual ela foi avaliada em cerca de US$ 12,3 bilhões.

O Pinterest escolheu a NYSE, bolsa de valores de Nova York, para se tornar uma empresa de capital aberto. O IPO será administrado pelo Goldman Sachs, JP Morgan e Allen & Co. A companhia será listada como “PINS” – o “Pin” é um símbolo presente na rede social e que descreve como os usuários salvam imagens em suas coleções.

A rede social já levantou cerca de US$ 1,5 bilhão desde que foi criada, em 2010. Ela conta com Bessemer Venture Partners, Andreessen Horowitz e Fidelity Investments entre os investidores.

Hoje, ela concorre diretamente com redes sociais, como o Instagram. No entanto, ao registrar o pedido para o IPO para a SEC (órgão regulador do mercado financeiro dos EUA), a empresa se descreveu como “uma ferramenta de produtividade para o planejamento de sonhos”.