Os 12 motivos que podem levar sua startup à falência

Avatar

Por Júlia Miozzo

25 de fevereiro de 2015 às 09:30 - Atualizado há 6 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

SÃO PAULO – São muitos os motivos que podem levar uma startup a falir. Alguns erros quanto aos negócios são inevitáveis, principalmente se é seu o primeiro contato com a área – mas esquivar-se dos erros comuns (ou não tão comuns assim) podem aumentar a probabilidade de manter seu negócio nos eixos.

Seja financeiro ou de administração, o blog The Simple Dollar identificou doze dos erros que cometemos e que podem destruir nosso negócio, principalmente se for uma startup.

Confira:

Escolher o sócio de negócios errado
Este pode ser o erro mais difícil de recuperar-se, já que pode afetar todas as faces de seu negócio. Enquanto todos sabem que contratar as pessoas certas é a chave do sucesso de qualquer negócio, encontrar os parceiros certos é ainda mais importante. Os sócios devem colaborar e/ou concordar com a missão, visão e valores da empresa desde o começo e, idealmente, ter habilidades complementares.

Para encontrar o parceiro de negócios certo, busque procurar por alguém que compartilhe dos valores fundamentais ou que estabeleça valores para a empresa, que seja leal e honesto. Tenha, também, a certeza de não deixar nenhum detalhe escapar do contrato.

Se possível, trabalhe junto de seu possível sócio em algum projeto pequeno antes de começar uma empresa juntos para sentir seu estilo de trabalho. Até organizar um evento juntos pode te ensinar muito sobre a ética e comunicação de seu possível parceiro.

Ficar sem dinheiro
Por mais óbvio que pareça, esta é a principal razão pelas quais as startups fracassam. Se você não possui dinheiro para continuar trabalhando em sua startup, você precisará focar seu tempo em outro lugar.

Para prolongar o tempo que possui para tornar a empresa lucrável antes de ficar sem fundos, calcule os custos de sua startup e gastos mensais, tanto pessoais quanto profissionais, antes de começar seu negócio. Estime quanto tempo ele pode sobreviver antes que você fique sem dinheiro – e lembre-se de ter uma reserva para eventuais gastos médicos e surpresas financeiras.

Além disso, foque em gerar receita para seu negócio antes de aumentar os gastos. Encontrar ou manter uma fonte de renda além de seu negócio, seja mesmo outro emprego, podem lhe dar uma maior margem de tempo.

Falta de clientes
Uma vez que sua ideia tenha se concretizado em um negócio, é a hora de encontrar clientes que acreditam no mesmo que você sobre o produto ou serviço que sua empresa oferece.

Críticas negativas
Na era digital, além dos comentários com amigos e familiares, você tem a ajuda de diversos sites, como o Reclame Aqui, que permitem que você compartilhe sua experiência como consumidor – e as análises negativas podem afundar seu negócio.

Mesmo após a venda ser feita, seu trabalho ainda não acabou: acompanhar as opiniões de seus clientes e suas necessidades e ajuda-los com qualquer problema são algumas medidas que ajudam seu marketing informal e melhoram a visão sob seu negócio.

Seus primeiros clientes certamente terão questões, dúvidas e feedback, o que torna o próximo passo tão importante.

Não dedicar tempo suficiente a seus consumidores
O serviço ao cliente pode construir ou quebrar seu negócio. É interessante testar seu produto com uma pequena audiência antes de lança-lo para saber o que os clientes pensam, criticam e aprovam. É um feedback extremamente valioso para continuar evoluindo seu negócio.

Falha ao identificar seu alvo no mercado
Quando as pessoas dizem que seu produto serve a todos, a realidade é que provavelmente poucas pessoas – uma parcela delas – se identificarão com o produto ou serviço.

Como o marketing é acessível para todos atualmente, sua empresa precisa se diferenciar e direciona-lo ao consumidor alvo.

Falta de seguro adequado
Se as chances acontecerem, não estar devidamente assegurado no caso de um incêndio, prejuízo ou outro evento inesperado pode tirar seu negócio do mercado. Fale com uma seguradora para saber os preços.

Aumentar capital ao invés de encontrar clientes
Embora não seja universalmente aplicável, levantar dinheiro para consolidar salários ou seus experimentos não é atraente para a maioria dos investidores. Uma vez que você encontrar clientes, será mais fácil encontrar investidores e os preços serão maiores.

Não ter presença online
Atualmente, a maioria das pessoas recorre a internet ao comprar um produto ou serviço de alguma empresa, por isso é extremamente importante estar pronto para as pesquisas online, ter análises na internet e um bom sistema de SEO.

Indústrias ou plataformas mortas
Pense em quais indústrias ou plataformas relacionadas a seu negócio estão propensas a crescer e durar por muito tempo. Quais canais, indústrias ou empresas que você se apoia podem não estar no mercado em dez anos?

Com a rápida expansão e evolução da tecnologia, vemos produtos e serviços sendo extintos e tendo sua demanda reduzida drasticamente. Embora seja impossível prever, o conselho é para encontrar uma corrente forte e mergulhar nela.

Falta de equilíbrio com sua vida pessoal
Alguns empreendedores acabam esquecendo a segunda parte da equação trabalho e vida balanceados. Enquanto ser um trabalhador esforçado é bom para seus negócios, trabalhar até o ponto de exaustão pode lhe dar problemas de saúde que podem acabar prejudicando sua empresa.

Preguiça e falta de movimento
Negócios podem requerer muito trabalho, boas ideias, o tempo perfeito e execução para serem bem sucedidos – e até um pouco de sorte. Aceite os erros e falhas como parte do processo de começar um negócio. Continue trabalhando muito, aprenda com seus erros e empurre para frente.