Novo banco digital C6 Bank inaugura mentoria e investe em startups

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

12 de fevereiro de 2019 às 15:51 - Atualizado há 2 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

O C6 Bank, novo banco digital fundado por ex-executivos do BTG Pactual, inaugurou o Opp, seu programa de mentoria e investimentos em startups. As empresas desenvolverão produtos com a ajuda do banco e receberão até R$ 70 mil de capital.

Na primeira turma, o C6 Bank escolheu quatro startups em estágio inicial: Provi, Travys e AvaliaShop. Uma das companhias escolhidas ainda não tem nome, mas pertence ao empreendedor carioca Rafael Bravo, de 31 anos.

As escolhidas residirão por seis meses — tempo de duração do programa — no hub para startups na sede do banco. Apesar do programa não abarcar, necessariamente, apenas fintechs, as funcionalidades desenvolvidas pelas empresas poderão ser utilizadas pelo próprio banco digital.

Startups

No caso da Provi, a startup utiliza machine learning (uma modalidade avançada de inteligência artificial) para fazer análises de crédito de quem não possui histórico financeiro. Comandada por Fernando Franco, de 26 anos, o sistema analisará dados públicos de redes sociais para auxiliar no cálculo de taxas nos empréstimos pessoais.

Já a Travys auxilia no processo de vendas ao analisar a voz dos clientes em tempo real. A ferramenta ajuda a perceber quando a pessoa possui interesse de fechar negócio. A tecnologia será testada no call center da PayGo, empresa de pagamentos adquirida pela holding da C6 Bank no ano passado.

A terceira startup selecionada foi a AvaliaShop. Ela coleta e analisa dados para varejistas, oferecendo insights de preferência de seus consumidores e de nichos do mercado. Para o fundador Pedro Pessoa, a startup auxilia a construir uma relação mais próxima com o cliente.

A última startup selecionada – e que ainda não possui nome – está desenvolvendo um serviço instantâneo de empréstimos peer-to-peer. A intenção de Rafael Bravo é que os interessados não precisem baixar um aplicativo para realizar transações, mas se comunicar por mensagens de texto. Dessa forma, a mensagem traria as opções de transferir para conta bancária, deixar o valor em uma carteira virtual ou sacá-lo em um caixa eletrônico.

Leia mais:

Conheça o C6 Bank, um banco que “parece uma startup”

C6 Bank desenvolve “robô conselheiro” com alunos do MIT