"Mybrainstorm" conecta estudantes, empresas e universidades

As empresas participantes recebem as sugestões de estudantes de todo o Brasil e, em troca, qualificam o aluno vencedor do desafio com depoimentos, destacando as habilidades demonstradas

Avatar

Por Júlia Miozzo

24 de março de 2015 às 16:33 - Atualizado há 5 anos

SÃO PAULO – Um dos dilemas que estudantes e recém-formados enfrentam é a distância entre o conhecimento teórico, visto na faculdade, e o prático, que se conquista apenas com a atuação no mercado de trabalho. A solução para este conflito foi o que inspirou a criação da Mybrainstorm, a plataforma que desafia os universitários a resolverem problemas reais de empresas.

A conexão é feita entre aluno, universidade e empresa: os alunos cadastrados podem escolher os desafios que as empresas apresentam, desde que sejam dentro de sua área de conhecimento e sugerir possíveis soluções para o problema. Não somente para os problemas apresentados, os alunos podem oferecer ideias que se encaixem no dia a dia da companhia – e esse é o melhor aprendizado que os alunos podem ter durante o ensino.

“Mesmo com todos os avanços educacionais, o elo entre a teoria e a prática ainda apresenta lacunas tanto no processo de aprendizagem quanto no mercado de trabalho. Poucos alunos têm oportunidade de colocar em prática o conhecimento adquirido na faculdade, e as empresas, por sua vez, tem selecionado candidatos baseado na competência de aplicar o conhecimento na prática”, analisa o CEO da Mybrainstorm, Paulo Futami.

As empresas participantes recebem as sugestões de estudantes de todo o Brasil e, em troca, qualificam o aluno vencedor do desafio com depoimentos, destacando as habilidades demonstradas e qualificando-o para o mercado de trabalho. “A ideia de oferecer oportunidade para que alunos de qualquer classe social e lugar se destaquem por meio de suas competências é fantástica, estamos mudando um modelo que está falido há anos,” finaliza Paulo.