Motoristas do Uber farão greve por 1 dia

Suspensão dos trabalhos deve ocorrer no dia 28 de março, de acordo com a Folha de São Paulo

Avatar

Por Paula Zogbi

18 de março de 2016 às 14:53 - Atualizado há 4 anos

Os motoristas do aplicativo de carona Uber estão ameaçando uma greve de 24h no dia 28 de março, segunda-feira posterior ao feriado da Páscoa. A informação é da Folha de São Paulo.

A greve, que deve ocorrer em todo o Brasil, vai contra o valor das corridas dos aplicativos, considerado “irrisório” pelos organizadores do protesto. Os motoristas clamam que os custos de manutenção dos veículos são altos em comparação com o que é cobrado nas corridas.

Quando lançado, o aplicativo foi elogiado por ser mais “justo” com seus profissionais: 80% do pagamento fica com o motorista de Uber Black; no Uber X, o valor é de 75%. Aparentemente, entretanto, as tarifas baixas fazem com que os lucros ainda sejam insuficientes para manutenção do veículo.

“É um trabalho que não compensa”, diz Alexandre Freitas, um dos idealizadores da paralisação, à Folha. Os motoristas pedem um aumento de 20% no preço das viagens, além de maior controle de cadastramento de novos profissionais.