Moradores de Porto Alegre boicotarão táxis após agressão a motorista do Uber

O motorista agredido, Bráulio Escobar, afirmou que foi sequestrado e espancado por dois taxistas no estacionamento de um supermercado Carrefour

Avatar

Por Júlia Miozzo

30 de novembro de 2015 às 14:26 - Atualizado há 4 anos

Na última semana, um motorista do Uber foi agredido em Porto Alegre por taxistas e, em resposta ao ataque, a população vai organizar um boicote nesta terça-feira (1) contra os táxis, pelo fato de não tolerarem o uso do Uber na cidade. Organizado pelo Facebook, o boicote já possui um evento com mais de 57 mil pessoas confirmadas.

O motorista agredido, Bráulio Escobar, afirmou que foi sequestrado e espancado por dois taxistas no estacionamento de um supermercado Carrefour. Segundo o jornal Zero Hora, os dois taxistas responsáveis foram presos em flagrante.

“Ele (um dos agressores) se passou por passageiro, me fez circular por várias partes da cidade até me levar ao supermercado, onde houve a agressão. Tentaram me parar em blitz para meu carro ser apreendido. Tentaram me levar para o Campo da Tuca, mas desistiram porque eu comecei a não obedecer mais”, contou Bráulio ao jornal. “Foram em torno de dez pessoas contra mim. Fiquei preso dentro do carro, não conseguia me mover”, finalizou.