Mestrado na USP vira algoritmo e se transforma em alta tecnologia para carros

Avatar

Por Isabella Câmara

20 de julho de 2018 às 15:46 - Atualizado há 2 anos

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A RoutEasy, conhecida como a solução de roteirização com o algoritmo de processamento mais avançado do Brasil, começou como um projeto de mestrado que seu fundador desenvolvia na Poli-USP, em 2009. “Iniciei minhas pesquisas em um grupo que focava em desenvolver tecnologias relacionadas à aplicação de veículos autônomos e, meu papel, foi estudar algoritmos eficientes de roteirização para as aplicações nesses veículos”, conta Caio Reina.

Após pesquisar diversas metodologias para resolver o problema de roteirização, conhecido pela sua natureza combinatorial complexa, o especialista desenvolveu um algoritmo baseado na metodologia do Algoritmo Genético, uma aplicação dos algoritmos evolucionários de uma linha de pesquisa em Inteligência Artificial.

Devido ao ótimo desempenho que o algoritmo teve nos testes acadêmicos, Caio Reina decidiu se juntar com o seu primeiro sócio, que fazia Engenharia da Computação na Poli-USP, para conectar o algoritmo a uma plataforma online de rápido processamento. Porém, após o curso de mestrado, o projeto ficou engavetado e os sócios começaram a trabalhar em outros locais.

Em 2015, Caio Reina decidiu iniciar as operações da RoutEasy e, dessa vez, contava com o apoio de outros três sócios. “Iniciamos como uma solução de planejamento de rotas, mas percebemos que o mercado demandava por uma solução completa para otimização e gestão das operações de distribuição”, explica.

Para atender a demanda do mercado, os sócios desenvolveram módulos adicionais ao roteirizador: a Gestão de entregas, na qual as informações dos motoristas são atualizadas em tempo real; a Visibilidade para o cliente final, onde é possível enviar uma notificação para o cliente com informações sobre a sua entrega; e o Dashboard, que ajuda gestores a tomarem decisões com base em indicadores de desempenho.

Atualmente, com o valor da mensalidade baseado na quantidade de veículos dos clientes, a RoutEasy oferece um roteirizador completo que organiza as rotas dos clientes enquanto os mesmos focam em atividades menos operacionais.

“Dessa forma conseguimos atingir clientes com poucos veículos e acompanhar o crescimento deles, na medida em que ele aumenta a sua frota, por meio de incrementos de custo. Também conquistamos clientes de grande porte através da nossa divisão Enterprise, esses clientes viraram nossos parceiros de negócios e nos ajudam com feedback e ideias para melhoria do sistema”, conta Reina.

A empresa, que já fez parte de duas rodadas de investimento-anjo, se prepara agora para receber outra. De acordo com a própria RoutEasy, o dinheiro será usado para impulsionar as operações e o desenvolver novas funcionalidades da solução – fator que contribuirá para transformar a RoutEasy na principal solução de roteirização do Brasil.

“Somos focados em melhorar continuamente a plataforma e as funcionalidades do algoritmo de roteirização, investindo em pesquisas de machine learning para ter uma ferramenta cada vez mais inteligente e adaptada aos padrões brasileiros de logística”, diz Reina. Além disso, em um futuro próximo, a startup lançará a API de roteirização multiveículos, que disponibilizará para outras plataformas, via integração, o algoritmo da empresa.

A RoutEasy é uma das startups que estão transformando a forma como o setor de mobilidade é visto no Brasil e ela estará presente na Startup Village do Mobility Day, evento que estamos promovendo junto com a WeMuv! Quer saber mais sobre o evento? Acesse o site e inscreva-se!

Baixe já o aplicativo da StartSe
App StorePlay Store