Car sharing: para os amantes de carros, o futuro é a assinatura de veículos

Avatar

Por Isabela Borrelli

3 de agosto de 2018 às 15:28 - Atualizado há 2 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

Segundo o Future Mind, o mercado de mobilidade compartilhada começou a crescer rapidamente em meados de 2010, quando o número de usuários passou de um milhão.

Já em 2017, mais de 10 milhões de pessoas já estavam usando e a previsão é que até 2025 esse número passará de 36 milhões, mantendo um crescimento de 16,4%. Nesse período, o mercado também ultrapassará US$ 16,4 bilhões.

Com números tão otimistas, é inegável que a tendência veio para ficar. Ao mesmo tempo, quando esse assunto é mencionado, serviços de carona, como Uber, são apontados como quase única solução. E não é bem assim: serviços de assinatura de carros, na qual o usuário paga uma taxa, recebe o veículo em casa e pode inclusive trocar por outro modelo depois, já estão funcionando.

Um exemplo é o BOOK, da Cadillac, serviço de assinatura que disponibiliza uma coleção de carros previamente selecionados para os clientes. Ela permite também que os assinantes troquem de modelo até 18 vezes por ano!

A Porto Seguro trouxe um modelo similar, chamada Carro Fácil. Por meio dela, é possível fazer uma assinatura, com valores que começam em R$1.370, que dá acesso a um carro 0km, sem gastos com seguro, manutenção, documentação ou IPVA, uma vez que tudo está incluso.

“Essa solução é muito viável e escalável nos grandes centros, que tem escassez de estacionamentos e custo alto para estacionar”, afirma Daniel Nino, fundador da Auto Avaliar, um marketplace de carros usados. A startup é B2B e, por meio de uma plataforma, promove o leilão online dos produtos de concessionárias e revendedores profissionais.

Por sinal, para Nino, as concessionárias estão adotando um novo modelo, cada dia mais se tornando exatamente as gestoras e adotando serviços de assinatura e aluguel de carros. “As concessionárias estão se reinventando e novos negócios estão surgindo dentro delas. Cabe às indústrias, como nós, criarmos soluções e plataformas digitais que alavanquem os negócios delas”, diz.

Daniel Nino é um dos palestrantes do Mobility Day, evento que contará com as maiores inovações do mercado de mobilidade, que acontece dia 24 de agosto! Garanta a sua vaga: inscreva-se!
 

Baixe já o aplicativo da StartSe
App StorePlay Store