Missão Covid, criada por médico empreendedor, é finalista do Prêmio Seleção Mobile Time 2020

StartSe

Por StartSe

22 de julho de 2020 às 20:06 - Atualizado há 3 meses

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

A Missão Covid, plataforma gratuita de consultas online, é uma das finalistas do Prêmio Seleção Mobile Time 2020 (antigo prêmio Tela Viva Móvel), que este ano teve como tema iniciativas criadas no Brasil com o uso de tecnologia móvel para o combate à pandemia do novo coronavírus e mitigação de seus impactos econômicos, sociais e de saúde sobre a população. Foram selecionadas 14 iniciativas que foram tema de matérias publicadas no Mobile Time ao longo dos últimos quatro meses. Os finalistas concorrem em uma votação popular na Internet.

Além da votação pelo público, será feita também uma avaliação por um júri composto por 10 especialistas, incluindo jornalistas de tecnologia de vários veículos e representantes de instituições do setor de telecom. O Prêmio seleciona dois vencedores: um pelo voto popular e outro pela escolha do júri. Os ganhadores serão divulgados no dia 12 de agosto, durante o seminário digital Tela Viva Móvel.

Criado neste ano por Leandro Rubio, alumini da StartSe, a Missão Covid permite que, através da tecnologia, médicos e pacientes realizem consultas remotamente. Ao entrar no site, o paciente encontra informações diversas sobre o COVID-19, como suas formas de contágio e como se proteger corretamente do vírus. Caso necessite de atendimento, ele se cadastra e passa por uma triagem. Após a triagem, recebe uma ligação de vídeo do médico via WhatsApp para a realização da consulta.

Hoje, a empresa atende mais de 800 pacientes por dia. “Nosso diferencial foi fazer sem pensar muito no ‘como’. Hoje, estamos com uma grande necessidade de médico para atendimentos. Os nossos únicos requisitos são ter o CRM ativo e ter o coração solidário”, disse Rubio, médico cardiologista, em entrevista à StartSe.