Meu Campus quer ser o “LinkedIn” para o ensino superior

Avatar

Por Lucas Bicudo

8 de junho de 2017 às 14:11 - Atualizado há 4 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

O Meu Campus (confira seu perfil na base do StartSe) tem o objetivo de ser uma ferramenta referência na aplicação de soluções em inteligência artificial e data science para instituições de ensino superior.

“E se nós criássemos uma solução que utilize inteligência artificial, que além de conectar o aluno a oportunidades relevantes próximas a ele, ainda auxiliasse a universidade a conhecer melhor seu estudante, tornando-se uma fornecedora de conhecimento para tomada de decisão e criação de políticas educacionais internas?”, comenta a sócia e CMO Sarah Fernandes.

Na plataforma, o estudante se cadastra e tem acesso a diversas oportunidades de carreira, que são segmentadas e organizadas para ele de forma personalizada, graças ao algoritmo do Meu Campus.

“Nosso objetivo num futuro bem próximo é mais do que ser uma plataforma inteligente de oportunidades para universitários que os guia e conecta com seus objetivos de carreira, mas sim ser a principal ferramenta de auxílio à tomada de decisão para Instituições de Ensino Superior. Uma universidade gera um volume muito grande de dados –  importantíssimos – mas seus tomadores de decisão – como reitores, coordenadores e professores – muitas vezes ou tem difícil acesso a eles ou o volume é tão massivo que não conseguem os reunir. Meu Campus nesse sentido quer ser o Watson das Universidades. Sabe, Inteligência Artificial, Big Data, Data Science. Por mais que engatinhe no Brasil, isso tudo já é realidade. E pode muito bem ser aplicada neste setor. É isso o que fazemos”, continua.

Além de conhecer o perfil do aluno, será possível para a instituição, inclusive, prever evasões e ter sugestões efetivas de como reverter esse quadro. Assim como o LinkedIn reúne informações de profissionais e empresas do mundo todo, a startup quer reunir informações de futuros profissionais e universidades do Brasil.

“Se um universitário quiser seguir a carreira de mercado financeiro, por exemplo, o algoritmo do Meu Campus é capaz de trilhar uma “rota” para que ele possa se especializar nisso ainda durante graduação, aproveitando as oportunidades que a própria universidade oferece e as que se encontram nas imediações. Para as empresas que se preocupam com o fit cultural e com as habilidades específicas, vai se tornar muito mais fácil tornar sua marca presente para esse jovem e recrutá-lo sabendo que este já tem um conhecimento mais sólido no setor”, conta a CMO.

A startup já foi aprovada em dois programas de aceleração: StartupRIO e Iniciativa Jovem Shell 2017.

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]