Médico Especialista em… Gestão?

Avatar

Por Júnior Borneli

19 de fevereiro de 2020 às 17:29 - Atualizado há 7 meses

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A medicina evoluiu muito ao longo do tempo, em especial na última década. Novas descobertas, novas tecnologias, novas expectativas. Porém, uma parte muito importante desse universo não acompanhou essa evolução: a gestão.

É comum ver médicos em congressos técnicos e científicos, mas muito raro vê-los participando de encontros de gestão, com foco em negócios.

O problema é que os médicos não entenderam ainda que, tão importante quanto aprender novas técnicas médicas, é aprender sobre gestão, inovação e negócios. Diria que é algo vital.

Nós recebemos milhares de médicos, todos os anos, nos nossos cursos e conferências. E uma coisa é unânime: ou esses profissionais adotam um modelo de gestão inovadora em seus hospitais, clínicas e consultórios ou logo estarão fora do mercado.

Niall Dickson, Presidente da National Health Service, na Inglaterra, disse: “Você precisa estar em outro planeta para não enxergar que algo está mudando no estado da medicina”.

Essa forte afirmativa está diretamente ligada às transformações no “modo de consumo” dos serviços médicos. Novas tecnologias como inteligência artificial, por exemplo, serão mais efetivas em diagnóstico do que os seres humanos. Já são, em alguns casos.

Mas isso é bom ou ruim para os médicos? A resposta está na forma como eles reagem a isso. Oportunidade ou ameaça? Os que entendem como oportunidade serão mais produtivos, terão mais clientes (leia-se pacientes), aumentarão seu faturamento. Já os demais…

É importante dizer que gestão inovadora trata de temas diretamente ligados ao dia a dia dos médicos. Aquisição de novos clientes via marketing digital, adoção de tecnologia em busca de eficiência e técnicas de engajamento de pessoas, por exemplo.

Você sabia que 58 por cento dos brasileiros fazem pesquisas online antes de contratar serviços? E 45 por cento iniciam efetivamente os processos de contratação por meio de canais digitais?

Esse é só um exemplo para mostrar que a diferença entre uma clínica cheia e um consultório vazio pode ser a forma como você lida com a captação de novos clientes.

O médico de sucesso, num futuro próximo, não será aquele que mais se capacita em habilidades técnicas, frequentando apenas congressos científicos. Será aquele que se especializar em Negócios. E em técnicas modernas de gestão e marketing.

A StartSe, conectada com essas transformações, criou um curso chamado Gestão Inovadora para Médicos. Ouvimos mais de 5 mil profissionais que passaram por nossos programas e entendemos que:

  • Os desafios não estão ligados a capacitação técnica;
  • Poucos médicos se preocupam com inovação;
  • Grande parte tem problemas claros de gestão;
  • E a imensa maioria não faz captação ativa de novos clientes.

Nos juntamos com profissionais que estão se destacando no mercado, aplicando técnicas de gestão inovadora, para criar esse treinamento único e exclusivo para 100 médicos aprenderem sobre:

  • Marketing Digital;
  • Aplicação de Tecnologias;
  • Inteligência Artificial Aplicada;
  • Métodos Ágeis de Gestão;
  • Contratação de Talentos;
  • Conexão com Startups;
  • Gestão da Inovação;
  • E muito mais.

Inscreva-se agora mesmo no curso Gestão Inovadora para Médicos e aprenda com os melhores. São apenas 100 vagas disponíveis.

As turmas finalizadas até aqui foram um sucesso e reforçaram a nossa visão: quanto mais os médicos entenderem de negócio, mais sucesso terão na prática da medicina.