Maior rival do Uber testará frota de carros autônomos em breve

Da Redação

Por Da Redação

6 de Maio de 2016 às 17:52 - Atualizado há 4 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

O Uber tem um plano ousado para o futuro: substituir os motoristas por uma frota de carros autônomos. E é um plano com uma GRANDE AMBIÇÃO.

Só que…

Parece que o Lyft, o maior rival da maior startup, passou na frente do Uber. Mas não comemorem ainda taxistas: o inimigo do seu inimigo não é seu amigo. Na verdade, o que o Lyft vai testar em breve é ainda pior para os taxistas.

Em 2017, a companhia passa a ter uma pequena frota teste de carros autônomos. Sim, sim, já no ano que vem. Se as autoridades reguladoras americanas deixarem, claro (se depender das brasileiras, carro autônomo só em 2050 e olhe lá).

Isso faz parte do plano da GM (a Ford também não está muito atrás) de usar startups para avançarem em inovações que não podiam ser feitas dentro de casa. A GM colocou US$ 500 milhões no Lyft e agora parece estar na frente do processo de inovação. Sensacional, não? Compara isso com a Apple, que vacilou na inovação e amargou o pior resultado em 13 anos!

Além dos US$ 500 milhões no Lyft, a GM também gastou US$ 1 bilhão comprando a Cruise Automation. E desenvolveu um carro elétrico “quase” popular, o Chevrolet Bolt (cujo preço é mais atraente até que o Tesla Model 3, que ia ser o bicho-papão dos carros elétricos).

Enquanto isso, o Uber só planeja lançar seus carros autônomos em 2020. Se não usar Chevrolet Bolts, carros da Tesla ou do Google (a serem produzidos pela Fiat).

A GM já empresta alguns carros para motoristas do Lyft, praticamente de graça se você trabalha muitas horas por dia. É uma bela parceria.

E serão motoristas que deverão estar dentro dos carros autônomos, prontos para intervir “se necessário”. Mas claro que a intenção é que o trabalho deles seja mais fácil do que roubar doce de criança.

Tudo é protótipo, mas parece que graças à parceria com a GM, o Lyft finalmente passou o Uber.

E o carro autônomo está cada vez mais próximo.

Para a tristeza dos taxistas.

(via Wall Street Journal)
Mensagem do Editor

Ei, tudo bom?

Gostaria de agradecer pela visita! Meu nome é Felipe Moreno, sou editor-chefe do StartSe e, como muito de vocês, dono de uma (minúscula) startup de mídia.

E te fazer um pequeno convite: vamos bater um papo! É só se cadastrar aqui embaixo e eu vou te enviar alguns e-mails para você com o melhor do nosso conteúdo para te ajudar, seja você um empreendedor, funcionário, investidor ou apenas interessado neste maravilhoso mundo!

É um caminho de comunicação direto que nenhum outro portal oferece para seus leitores. E a intenção é construir uma comunidade vibrante que esteja preparada para todos os enormes desafios que virão. Vamos construir conhecimento e conteúdo juntos! Conto muito com a presença de vocês neste papo!
[php snippet=5]