Maior rival do Spotify, Deezer recebe aporte de US$ 109 milhões

Avatar

Por Júlia Miozzo

22 de janeiro de 2016 às 15:31 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Principal concorrente do Spotify, o streaming Deezer levantou uma nova rodada de financiamentos de US$ 109,3 milhões liderada pela Access Industries, dona do Warner Music Group, e com participação da empresa de telecomunicações Orange.

Com o novo investimento, a startup vai intensificar os esforços de aquisição de consumidores em todo o mundo, enquanto desenvolve e acelera o crescimento e inovação de seus últimos produtos, segundo anúncio feito na última quarta-feira (20). O novo foco do Deezer é expandir e diversificar as funções da plataforma, após ter realizado o seu IPO (Oferta Inicial Pública).

“O financiamento mostra a confiança dos acionistas e sua crença no mercado de streaming” disse o CEO do Deezer, Hans-Holger Albrecht, em entrevista ao portal CNBC. “Considerando as condições do mercado que estamos agora e indo mais a frente, nos dá um patamar competitivo, o que é bom”, finalizou.

Além disso a empresa também anunciou que vai expandir seu catálogo de músicas para conter mais de 40 milhões, tornando-o o “maior catálogo de música disponível em todo o mundo”.