Investir em startups dá certo? As 10 maiores de 2010 agora valem 557% mais

6 das 10 empresas acabaram indo para a bolsa, uma foi 100% comprada e outras três estão na mesma situação que estavam ano passado

Avatar

Por Da Redação

23 de julho de 2015 às 10:06 - Atualizado há 5 anos

SÃO PAULO – As 10 maiores startups de 2010 tiveram uma valorização média de 557,86% do final de 2009 até a metade de 2010. Já é uma valorização impressionante sobre qualquer ponto de vista, mais ainda quando se vê os 1.187,27% de ganhos da rede social LinkedIn, que cinco anos atrás estava na 10ª colocação entre as mais valiosas.

6 das 10 empresas acabaram indo para a bolsa, uma foi 100% comprada e outras três estão na mesma situação que estavam cinco anos atrás. Das que foram para a bolsa, além do LinkedIn, o Facebook chama a atenção com valorização de 987,96% – destino completamente diferente da Zynga, que caiu 50% de 2010 (quando era a 2ª startup mais valiosa) para 2015.

Quer aprender a investir em startups? Inscreva-se no curso Investimento em Startups de A a Z e aprenda com um time que já investiu em mais de 50 empresas. http://goo.gl/qv2WHp

A terceira colocada na época, o Wikipedia, não tem interesse em obter lucros. Considerando seu crescimento em número de usuários únicos mensais de 2010 para cá, a enciclopédia teve crescimento de 67%, que catapulta seu valor de mercado para US$ 8,35 bilhões – em linha com o que o fundador, Jimmy Wales, acredita ser justo para a Wikipedia.

O quarto e o quinto lugar da lista também não estão na bolsa. O Skype valia US$ 4,1 bilhões em 2010 e foi comprado pela Microsoft um ano depois por US$ 8,5 bilhões. Já o Craiglist foi estimado em US$ 5 bilhões em sua última capitalização, mas enfrenta competição do gigante Google e não tem grandes perspectivas.

Twitter, Yandex, Betfair e LinkedIn foram todos para a bolsa – e só o Betfair apresentou “alta” modesta de 2010 para cá: 6,09%. A 7ª colocada da lista na época, a Vente-Privee, teve valorização de “apenas” 20% e passou a valer US$ 3 bilhões, de acordo com a última estimativa em 2015.

A elevada média é excelente para qualquer investimento. De 2010 para cá, por exemplo, um dos grandes destaques da Bovespa foi a Kroton, que teve valorização de 400% – bastante abaixo do 1.100% que o LinkedIn teve da sua época de startup unicórnio para hoje. 

Confira os valores: 

Empresa Valor 2010* (em US$ bilhões) Valor 2015** (em US$ bilhões) Valorização
Facebook 25 271,99 987,96%
Zynga 5 2,45 -51,00%
Wikipedia 5 8,35 67,00%
Skype 4,10 8,50 107,32%
Craiglist 3 5 66,67%
Twitter 3 24,24 708,00%
Vente-Privee 2,50 3 20,00%
Yandex 2,50 4,90 96,00%
Betfair 2,30 2,44 6,09%
LinkedIn 2,20 28,32 1.187,27%
*Fonte: Sai Digital 100
**Fonte: Yahoo Finance, estimativas