Como a inteligência artificial e big data podem atuar no varejo?

O uso de robôs virtuais e físicos e análise de dados trazem informações mais assertivas ao seu negócio

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

5 de dezembro de 2017 às 15:13 - Atualizado há 2 anos

A StartSe está promovendo o evento Retailtech Conference nesta terça-feira, reunindo centenas de varejistas e startups de retail em um só lugar. No evento, são apresentadas soluções em diversos setores, como omnichannel – a integração entre o comércio online e offline –, cases de sucesso como Óticas Carol e Magazine Luiza, e como inteligência artificial pode ser um avaliado nos negócios do varejo.

Em uma rodada de pitch, Alvazo Manzione (Plugin Bot) e Eduardo Kazmierczak (Accera) apresentaram como a inteligência artificial pode ser um ativo no aumento e conversão de vendas no varejo.

Inteligência artificial

A Pluginbot traz robôs físicos e virtuais que utilizam a inteligência artificial. Os robôs virtuais atendem o cliente através de chatbots. Já os robôs físicos podem ser utilizados como recepcionistas, no varejo, segurança e saúde (através de monitoramentos).

O objetivo da startup é simples: “tornar o acesso as aplicações com uso de inteligência artificial mais acessível e simples para todos”, comentou Alvaro Manzione, fundador da PluginBot, na Retailtech Conference.

A startup é a primeira da América Latina a integrar o Watson – sistema de inteligência artificial da IBM – aos robôs da Softbank. Atualmente, a Pluginbot fez uma parceria com a Visa para trazer a inteligência artificial para as máquinas de alimentos. Observe o funcionamento aqui:

O uso de robôs físicos e virtuais ajuda empresas a terem resultados certeiros através da análise de dados em tempo real de seus clientes e seus desejos. Além disso, traz uma economia em custos para empresas.

Big Data

Já a Accera analisa dados, trazendo informações assertivas para empresas. “Só saberemos utilizar dados se fizermos o uso da tecnologia e os transformarmos em ações”, afirmou Eduardo Kazmierczak na Retailtech Conference.

Dessa forma, a startup funciona como um facilitador dessas ações, entregando relatórios inclusive de previsão de resultados para empresas. Para seus clientes, a análise de dados permite a disponibilidade dos produtos certos, na hora certa, com o preço certo. A Accera possui até actions bots, que permitem um atendimento ao cliente com conversão em ações reais.

Participe do maior censo de startups do Brasil! Não deixe de entrar no grupo de discussão da StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha em patrocinar os eventos da Startse, entre em contato no patrocinio@startse.com.

[php snippet=5]