Se você não monitora a sua saúde ainda, prepare-se para começar!

Avatar

Por Isabela Borrelli

16 de fevereiro de 2018 às 14:02 - Atualizado há 4 anos

Logo Novo Curso

Transmissão exclusiva: Dia 08 de Março, às 21h

Descubra os elementos secretos que empresas de sucesso estão usando para se libertar do antigo modelo de Gestão Feudal de Negócios.

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Os tempos em que um médico era chamado somente quando o paciente já estava doente ou com algum problema acabaram. Ou pelo menos estão caminhando para isso.

A tendência de uma medicina preventiva é cada vez mais forte e, segundo Leonardo Aguiar, empreendedor e cirurgião plástico que estará presente no HealthTech Conference, isso já está acontecendo. “Surgirão cada vez mais empresas que facilitam o acesso das pessoas aos cuidados de saúde, e cada vez mais as pessoas irão se monitorar e discutir com os profissionais de saúde seus dados obtidos”, afirma.

Como resultado, será possível viver com mais qualidade por mais tempo.

A diferença principal entre essas formas de tratar da saúde é exatamente o acompanhamento antes de um sintoma. Segundo Aguiar, hoje nós entramos no sistema de saúde quando já estamos com uma doença agravada. O quadro abaixo exemplifica o fato:

“Hoje, vivemos o momento de mudança de conceito de saúde, em que ser saudável é um conceito muito mais amplo que não estar doente, ou com sinais e sintomas aparentes, como por exemplo pré-diabetes”, revela Aguiar.

Segundo o Hospital Oswaldo Cruz, a estimativa é que 40 milhões de brasileiros sejam pré-diabéticos. Com o acompanhamento preventivo, é possível detectar a resistência insulínica, por exemplo, muito antes da pessoa desenvolver a doença. Além disso, a prevenção resulta em uma economia de até US$ 55 mil, segundo o cirurgião.

Economia de tempo e dinheiro e ganho de uma vida saudável! Você já está pronto para monitorar sua saúde? E para chegar aos 120 anos? Se sim, você precisa se inscrever no HealthTech Conference, para ficar por dentro das últimas inovações da saúde e da medicina.