Healthtech fará medicamentos para crianças e idosos através de adesivos

Tainá Freitas

Por Tainá Freitas

20 de fevereiro de 2018 às 11:53 - Atualizado há 3 anos

Logo Black Friday 2020

Nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 14 a 17/Dez, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora

Adesivos com nicotina são comuns para pessoas que estão tentando parar de fumar; o adesivo libera a substância enquanto as pessoas mudam seus hábitos, tornando a experiência mais fácil. Adesivos anticoncepcionais também são uma escolha disponíveis para mulheres que possuem dificuldades em tomar pílulas ou injeções. As dificuldades podem ser desde o esquecimento até a dificuldade de engolir pílulas.

Com uma solução semelhante, a startup Avro, acelerada pela Y Combinator, traz remédios em adesivos para crianças e idosos. Os remédios são administrados na pele justamente porque há uma dificuldade desses usuários em tomar remédios, seja pelo gosto ruim, dificuldade de engolir ou de inseri-los na rotina.

A startup iniciará lançando remédios para alergia, focada em alergias que crianças possuem frequentemente. O próprio co-fundador da startup, Shakir Lakhani, possui alergias sazonais até mesmo provocada por alimentos. Lakhani afirmou ao TechCrunch que iniciou o negócio não apenas por razões pessoais, mas porque há um mercado de crianças que resistem em tomar remédio.

O mercado inicial em que a Avro deseja atuar é nos Estados Unidos e Canadá, locais no qual precisará da aprovação do FDA (órgão regulador de alimentos e remédios nos Estados Unidos). Para receber o sinal verde, a startup ainda deverá realizar alguns testes clínicos em humanos – mas Lakhani acredita que a startup já estará atuando no terceiro trimestre deste ano.

Para o empreendedor, os adesivos poderão ainda oferecer outros tipos de remédios. “Nós estamos procurando por coisas como pessoas sofrendo com doenças neurodegenerativas e outras mais intensas que inibem a habilidade de deglutição, como esclerose múltipla”.

Atualmente, a tecnologia atua como um facilitador para todos os públicos, principalmente na saúde. Novas tecnologias estão surgindo todos os dias para melhorarem nossa qualidade de vida e auxiliar médicos e enfermeiros em seus trabalhos, por exemplo. Para conhecer profundamente como a tecnologia está revolucionando a saúde e medicina, leia o nosso e-book gratuito.

(Via TechCrunch)

[php snippet=5]