Healthtech que oferece consultas via videoconferência capta € 20 milhões

Avatar

Por Lucas Bicudo

29 de junho de 2017 às 16:19 - Atualizado há 4 anos

Vem aí a melhor formação de líderes do Brasil

Logo Liderança Exponencial Aprenda as novas competências fundamentais para desenvolver uma liderança exponencial e desenvolva diferenciais competitivos para se tornar um profissional de destaque no mercado.

100% online, aulas ao vivo e gravadas

Próxima turma: De 22 a 25/Fev - 2021, das 19hs às 22hs

Inscreva-se agora
Logo Cyber Monday 2020

Só hoje, nossos melhores Cursos Executivos ou Programas Internacionais com até 50% off

Quero saber mais

A healthtech KRY acabou de fechar uma rodada de Série A, no valor de € 20 milhões, para expandir seu serviço on-demand de videoconferências com médicos para novos mercados. Participaram da rodada Accel, Index Ventures, Creandum e Project A.

A startup, que foi fundada em 2014, visa complementar os sistemas tradicionais de saúde, com um serviço pago para pacientes que desejam um acesso rápido e conveniente a um médico quando não precisam de um exame físico completo.  KRY oferece um “serviço de consulta digital mais acessível e conveniente”.

Durante uma chamada de vídeo, os pacientes podem receber prescrições de medicação, conselhos, encaminhamento para um especialista ou testes em laboratória.

Não deixe de acessar: o StartSe preparou o e-book gratuito “Como a Tecnologia Está Revolucionando a Saúde e a Medicina”, para te ajudar a se situar como as startups estão oferecendo transformações profundas em um dos setores mais tradicionais da sociedade.

Presente na Suécia, Noruega e Espanha, a plataforma alega ter mais de 100 mil usuários, que são atendidos entre às 7 horas da manhã e meia noite. Na Suécia, onde KRY diz que emprega mais de 200 médicos, afirma que serve mais de 1% de todos os cuidados de saúde primários no país.

Inicialmente, a startup disse que os pacientes tipicamente usavam o serviço para aconselhamento médico sobre condições de pele, UTIs, infecções oculares e para obter renovações de receita médica. Mas, desde a integração com as referências de testes de laboratório, ela diz que seus médicos agora podem lidar com 60% dos “100 diagnósticos mais comuns no sistema de atenção primária”.

(via TechCrunch)

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]