Haddad diz que pretende regular Uber em até 10 dias

Avatar

Por Juliana Américo

25 de setembro de 2015 às 13:30 - Atualizado há 5 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

SÃO PAULO – O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, afirmou na quinta-feira passada (25), que irá regular o aplicativo de caronas Uber em até dez dias. Durante um evento na SciencePo (Instituto de Estudos Políticos), de Paris, o governante garantiu que o serviço não será banido, mas vai operar com modificações impostas pelo Executivo municipal.

De acordo com a matéria publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, o objetivo é fazer com que o Uber não concorra diretamente com os 30 mil taxistas da metrópole. No início do mês, a Câmera Municipal aprovou o projeto de lei 349/2014, que proíbe o uso de carros particulares cadastrados em aplicativos de transportes remunerados. Apesar disso, o texto deixa uma brecha para que o Executivo se manifeste sobre o caso.