Gympass adquire startup de IA em Portugal para ampliar equipe de tecnologia

João Ortega

Por João Ortega

17 de dezembro de 2019 às 17:27 - Atualizado há 9 meses

Logo ReStartSe

GRATUITO, 100% ONLINE E AO VIVO

Inscreva-se para o Maior Programa de Capacitação GRATUITO para empresários, gestores, empreendedores e profissionais que desejam reduzir os impactos da Crise em 2020

A Gympass, startup brasileira que promove atividade física para funcionários em empresas, anunciou a aquisição da startup portuguesa Flaner, que tem soluções em inteligência artificial e machine learning. De acordo com reportagem do Estado de S. Paulo, a compra foi motivada pela integração da equipe da Flaner ao time de tecnologia que a Gympass está montando no país lusitano.

Este modelo de aquisição é conhecido como “acquihire” (acquicontratação, em tradução livre). “A tecnologia deles nos chamou bastante a atenção. Nos últimos tempos, nos deparamos com a dificuldade de achar talentos nessas áreas, então decidimos buscar um time sênior para reforçar a operação”, afirma Leandro Caldeira, CEO do Gympass, à reportagem. A Flaner foi fundada pelo também brasileiro Vitor Ribeiro, em Lisboa.

Hoje, a Gympass conta com cerca de 1.100 funcionários em 14 países, sendo 200 na equipe de tecnologia. Encontrar talentos nesta área é uma prioridade e um desafio para o unicórnio brasileiro. Neste sentido, a startup tem como estratégia a procura de profissionais no exterior – o que passa, por exemplo, por um escritório voltado à inteligência artificial em Nova York lançado em novembro.

O objetivo de Caldeira é tornar a experiência do usuário cada vez mais personalizada. Funcionários de empresas assinantes da Gympass vão receber recomendações assertivas de atividades físicas que sejam do seu interesse em horários em que costumam se exercitar. “Queremos cada vez mais ter uma experiência otimizada para cada usuário: se ele buscou determinada modalidade, podemos enviar notificações relacionadas a ela para incentivar que ele saia do sofá”, afirma o CEO.