Grab, rival da Uber no Sudeste Asiático, de fato levanta US$ 2 bilhões

Avatar

Por Lucas Bicudo

26 de julho de 2017 às 12:02 - Atualizado há 3 anos

Logo ReStartSe

Inscreva-se para o maior e mais audacioso evento de inovação, tecnologia e transformação digital já feito na América Latina. 30 dias que vão mudar sua visão de mundo, dos seus negócios e da sua carreira.

Online e totalmente gratuito - 01 a 30 de outubro/2020

Confirmado: a Grab, rival da Uber no Sudeste Asiático, está levantando US$ 2 bilhões, liderados pela Didi Chuxing e SoftBank.

Uma fonte do TechCrunch confirmou que a nova quantia dá a Grab um valuation de mais de US$ 6 bilhões. É mais do que o dobro da avaliação anotada em sua última rodada de investimentos, em setembro de 2016, de US$ 750 milhões.

“Estamos muito animados em estreitar a parceria com a Didi e o SoftBank. Essas duas empresas são visionárias e compartilham nosso sonho para o futuro do Sudeste Asiático e seus mercados de transporte e pagamentos sob demanda. Elas reconhecem que a Grab está idealmente posicionada para capitalizar as oportunidades”, disse Anthony Tan, CEO do grupo e co-fundador da Grab.

Confira também: o StartSe montou o e-book: “Manual Básico para Captação de Investimentos”, para que você saiba o melhor momento de começar a buscar capital para a sua startup.

Essencialmente, tanto a Didi quanto o SoftBank acreditam que a Grab tem o que é preciso para derrotar a Uber na região, da mesma forma que a Didi fez na China. Essa esperança foi ainda mais alimentada depois que a Uber concordou em vender seus negócios na Rússia ao rival local Yandex.

“Começando com o transporte, a Grab está estabelecendo uma liderança clara na economia da internet do Sudeste Asiático, com base em sua posição de mercado, tecnologia superior e visão verdadeiramente local”, afirmou Cheng Wei, fundador e CEO da Didi.

A Grab opera em 36 cidades, em sete países do Sudeste Asiático, onde reivindica mais de 50 milhões de downloads de seu aplicativo e 1,1 milhão de motoristas cadastrados.

Com o objetivo de levar seus negócios ao próximo nível, a Grab também está desenvolvendo uma plataforma de pagamentos móveis. Isso começou como um mecanismo para aceitar o pagamento através de cartões de crédito, mas o bichinho das fintechs mordeu a startup.

(via TechCrunch)

Faça parte do maior conector do ecossistema de startups brasileiro! Não deixe de entrar no grupo de discussão do StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo! E se você tem interesse em anunciar aqui no StartSe, baixe nosso mídia kit.

[php snippet=5]