Starbucks ouve apelo global e entra para a guerra contra canudos plásticos

Empresa espera eliminar o uso de canudos em suas lojas até 2020, substituindo o plástico por outros materiais que sejam biodegradáveis.

Avatar

Por FoodVentures

10 de julho de 2018 às 13:52 - Atualizado há 2 anos

Starbucks

A guerra ao plástico não é novidade para quem acompanha notícias sobre o meio ambiente. Sob o slogan “Combate à poluição do plástico. Se você não pode reusar, recuse”, a ONU (Organização das Nações Unidas), lançou o desafio mundial de lutar contra a poluição provocada pelo plástico.   Segundo a Organização, os mares abrigam atualmente 150 milhões de toneladas de plástico.

No Brasil, uma onda de boicote ao canudo plástico tomou força em 2018. Na cidade do Rio de Janeiro, o banimento do objeto de bares e restaurantes veio para obrigar os estabelecimentos a optarem por objetos biodegradáveis, e quem descumprir a lei poderá ser multado em até R$ 3 mil reais.

Para a maior cadeia de cafeterias do mundo, Starbucks, 2020 é o limite para o uso de canudos. A empresa planeja eliminar canudos descartáveis de suas lojas até o fim da década, introduzindo o uso de material biodegradável como substituto. A manobra pode remover mais de 1 bilhão de canudinhos plásticos por ano dos estabelecimentos pertencentes ao Starbucks.

Fonte: Starbucks

A rede já utiliza tampas que não precisam de canudo em pelo menos 8 mil lojas nos Estados Unidos. Testes para a inclusão de bebidas que não “precisem” de um canudo em sua apresentação estão acontecendo no mercado asiático da Starbucks – países como China, Japão, Singapura, Tailândia e Vietnã. Além disso, continuam lançando bebidas geladas, que usam apenas tampa, nos Estados Unidos e Canadá.

A ação ecofriendly chega após a rede ter rejeitado a proposta de emitir um comunicado com todo o impacto ambiental causado pelo uso de plástico da empresa. Agora, parece que o apelo por um mundo corporativo mais sustentável tem surtido efeito, especialmente com líderes governamentais ao redor do mundo tomando medidas contra esses problemas. Como já visto anteriormente, a União Europeia, por exemplo, propôs o banimento de canudos plásticos em maio deste ano.

A Starbucks afirma ser a maior varejista do ramo de alimentos e bebidas a se comprometer com o fim do uso de canudos plásticos. Suas bebidas geladas geralmente faturam mais da metade das vendas da empresa hoje e elas geralmente são consumidas com canudos. O impacto que a Starbucks pode causar ao usar substitutos biodegradáveis é enorme.

Mais um ponto para o planeta! Acompanhe mais notícias sofre a forma como alimentamos o mundo aqui na StartSe – uma parceria com Food Ventures.

Baixe já o aplicativo da StartSe
App StorePlay Store